expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

#Filmes - Thor: Ragnarok



Sinopse
No filme da Marvel Studios, Thor: Ragnarok, Thor é preso do outro lado do universo, sem o seu martelo poderoso e encontra-se numa corrida contra o tempo para voltar a Asgard e imedir Ragnarok - a destruição do seu mundo e o fim da civilização Asgardiana - que se encontra nas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a implacável Hela. Mas, primeiro precisa de sobreviver a uma luta mortal de gladiadores, que o coloca contra um ex-aliado e companheiro Vingador, Hulk. 

Opinião
Eu sei que o Desafio de Cinema foi na Segunda-feira, mas é que a pessoa foi ao Cinema, àquela sala com um ecrã gigante, onde ainda muita gente se enfarta de pipocas e incomoda os vizinhos com o barulho, com umas cadeiras confortáveis e onde se pode ver filmes antes de estarem à venda em DVD ou qualquer outra plataforma que te permita ver em casa. 

Antes que penses que te estou a tratar como uma criança de 3 anos, tenho a dizer em minha defesa que apenas fiz a descrição acima porque sinto que cada vez se vai menos ao Cinema. Pode parecer uma constatação absurda, mas se calha não é tanto assim. Eu até concordo que, por vezes, se torna bem mais agradável ver um filme no conforto da nossa casa, sem ter de partilhar espaço com desconhecidos e sem estar à espera de horários de exibição. Além de que, de facto, não é algo assim tão economicamente acessível para muita gente. 

Só que ir ao Cinema é também uma experiência única, a menos que sejas milionário e possas ter a tua própria sala de cinema em casa. E se há filmes que não iria gastar tempo e dinheiro a ver numa sala de Cinema convencional, existem outros que valem muito a pena assistir numa tela gigante. Como foi o caso do filme de que hoje venho falar, Thor: Ragnarok

Apesar de não ser o meu super-herói favorito, gosto bastante do nosso Thor, particularmente por se tratar de um Deus da Mitologia Nórdica o que lhe traz todo um outro fascínio e mistério. Afinal, são lendas escritas há centenas de anos e com muitos significados ocultos. Por outro lado, também gosto muito do protagonista, o gato do Chris Hemsworth, que provoca suspiros na mulherada de cada vez que aparece com um pouco de menos roupa. 

Passando ao filme propriamente dito, gostei bastante da premissa contida da irmã desconhecida que chega para ocupar o seu lugar no trono após a morte do pai e que foi interpretada de forma magistral, como aliás é seu hábito, por Cate Blanchett. Outra participação brilhante, embora curta, foi a do Sir Anthony Hopkins, como Odin. 

Foi muito interessante ver como é difícil para alguém habituado a ser poderoso e a vencer, ainda que com as dificuldades normais que alimentam este tipo de filmes, sente ao defrontar alguém manifestamente mais poderoso e que lhe destrói, de forma consecutiva, a auto-estima. Desta vez, o nosso Thor desde ao fundo do poço, onde se sente uma herói despojado da sua arma e dos seus poderes, para aprender que o seu poder está dentro dele e não depende das armas, pois pode canalizar esses poderes se os controlar. 

E não me posso esquecer do grande Hulk, que nos vem dar um ar da sua graça e a ajudar, mais uma vez, a salvar o dia. Muito engraçada a disputa entre dois egos enormes que, em vez de discutir assuntos de maior importância, passam uma vida a tentar convencer o outro de quem é o mais forte. Outra personagem à qual acho muita graça é o irmão, Loki, considerado muitas vezes o vilão, mas que encerra em si e nos apresenta de forma descarada o que toda a humanidade tem de forma inevitável, a capacidade de fazer o bem e a capacidade de fazer o pior. Resta saber que lado da moeda escolhemos, sendo que o que escolhemos hoje pode ser alterado amanhã... 

Portanto, agora que encontrei o amigo geek perfeito, que me leva a ver filmes como A Bela e o Monstro e Thor: Ragnarok, tudo aponta para que seja capaz de aparecer mais conteúdos deste género por estas paragens. Parece-te bem? Já foste ver o filme ao Cinema? Manda vir essas opiniões na caixa de comentários, pode ser?? 


4 comentários:

  1. Olá, eu acabei de me apaixonar por ele, ou melhor pela sua força e energia física personificada no novo Possess The Secret Man, o novo perfume para Homem! Adoro! ;) Hoje, escrevi sobre ele aqui: https://eorineves.blogspot.pt/2018/01/the-secret-man-o-poder-de-thor.html Bjux, JN.

    ResponderEliminar
  2. Olá, excelente resenha do filme Thor Ragnarok. Eu fiquei muito feliz de ver o personagem de Heimdall de novo na história. Eu sou uma fã de Idris Elba. Ele é um ator que as garotas amam por que é lindo, carismático e talentoso. A Torre Negra 2017 é outro dos seus filmes mais recentes dele e ainda que não seja o melhor roteiro, visualmente nos limpa os olhos. Sempre demonstrou por que é considerado um grande ator. Já estou esperando o seu próximo projeto, seguro será um sucesso.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!