expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

domingo, 31 de março de 2013

Filmes da semana


Com tanto tempo livre, decidi no inicio desta semana dedicar algum desse tempo a reduzir a minha longa lista de filmes que pretendo ver.
Claro que isto não correu como era previsto, e não consegui ver um por dia. Principalmente por causa da entrevista e da formação que me interromperam a semana.
Sendo assim, estes aqui já estão vistos:

O último Batman já estava na lista de espera há imenso tempo.
E vale mesmo a pena assistir.
Só é de lamentar que seja mesmo o último deste realizador, porque com este final só nos deixa com água na boca para ver a continuação que sabemos que existe.
 
O Step up Revolution também estava em lista de espera desde a passagem de ano, e esta semana não escapou.
Não ficou dentro dos meus favoritos da saga, mas ganha por ter imensas cenas de dança e da boa.
 
Quando estava à procura de uma coisa ligeira para terminar a noite, deparei-me com este Amor e Outros Desastres.
Não é nada de extraordinário, mas vê-se bem e tem uma história engraçada com muitos amigos gays (que é coisa que sempre quis ter e nunca encontrei) e muita busca pelo verdadeiro amor.
 
 
E esta semana foi isto. Se tiverem alguma sugestão de algum filme que achem que vale mesmo a pena ver, estejam à vontade para partilhar comigo. Estou sempre aberta a sugestões e a ouvir opiniões alheias, concordantes ou divergentes, não importa. 
 
 
 
 
 
 

E essa Páscoa?


E então minha gente, como foi essa Páscoa?
Muitos folares? Muito chocolate? Muitas amêndoas?
Por cá o chocolate foi rei. Até porque não gosto de amêndoas, portanto consolo-me no chocolate de todas as formas possíveis e imaginárias. Desde os tradicionais coelhinhos até ao bolo de chocolate que fiz ontem à noite.
Amanhã, além de ter de voltar ao trabalho, em tempo parcial por enquanto, é tempo de voltar à dieta.
Caso contrário, chego ao Verão a rebolar!

sábado, 30 de março de 2013

Feliz Páscoa!



E esta ano continua em passos largos e já estamos quase, quase em Abril e este fim de semana comemoramos a Páscoa.
Estou já a despachar o assunto, antes que o tempo acelere mais um pouco e o tema fique ultrapassado.
Sendo assim, espero que tenham uma santa Páscoa, com a mesa cheia de coisas boas, com muitas amêndoas e chocolates (mais um atentado do calendário às nossas dietas - mas 2ª feira é outro dia) e, acima de tudo, com muito amor e carinho, que são o mais importante.
Reúnam as famílias e divirtam-se juntos!
E cuidado com o que andam a comer aos coelhos... :p

sexta-feira, 29 de março de 2013

Soluções para tudo



Encontrei esta imagem numa qualquer página de Facebook (já não me recordo qual foi), e achei que seria um assunto interessante para todas as mulheres.
Não sei até que ponto isto funciona, mas como estamos a falar de alimentos saudáveis, acho que não se perde nada em tentar. Além disso, vem acompanhado por uma frase fundamental: alimentação + actividade física = combinação perfeita.
 
Nada funciona devidamente se permanecermos parados e preguiçosos, sem fazer nenhum tipo de actividade física. Contra mim falo, que sou uma preguiçosa do pior. Não é coisa que me deixe feliz. O único tipo de exercício físico que ainda vou fazendo é dançar. Isso sim, sempre que possível. Além disso, só caminhar e só quando o meu trabalho assim o pede. E noto logo as diferenças. Sempre que me meto nas caminhadas a bater portas, sinto logo que perco algum peso.
 
Agora voltando ao assunto dos sumos, gostei da laranja que derrete gordura e, principalmente, da maçã (talvez o meu sumo preferido) que seca barriga. É certo que não tenho uma barriga enorme, mas também já não tenho a minha saudosa barriguinha dos 20 anos.
 
Sumo de tomate é que já não é coisa que me deixe com água na boca, por muito tentador que seja aliviar a parva da TPM. Já a cenoura era capaz de me ser útil na batalha eterna contra a celulite, esta inimiga de todas as mulheres comuns.
Quanto ao ananás e a sua capacidade de regular o intestino, é algo que pode ajudar nem que seja uma vez na vida.

Agora é experimentar e ver os resultados. Já alguém obteve resultados com estas receitas?
Contem-me as vossas experiências positivas ou negativas.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Amanhã tem promoção, meninas!!!



Ah pois é, minha gente! Todos os soutiens a 5€!!!
Mas tenham calma. Não comecem já a correr para a Tezenis mais próxima, porque esta promoção estará em vigor apenas na loja do shopping 8ª Avenida, em São João da Madeira.
Portanto, para quem se encontra assim a jeito de passar por lá e precisa renovar o stock de lingerie ou simplesmente quer aproveitar a promoção, é ir até lá e escolher à vontade.
Quem é amiga, quem é? ;)
Boas compras!

Regresso ao passado com José Sócrates


Depois de ontem ouvir o suposto comentário sobre a actualidade política do nosso ex-primeiro ministro José Sócrates, tive a estranha sensação de ter entrado numa qualquer máquina do tempo.
Parecia que tinha feito uma viagem pelos anos e parado precisamente no ano de 2011. Ao contrário do que eu pensei ser um comentário sobre o que no momento se passa em Portugal, tive a oportunidade de assistir a um discurso sobre as decisões do Governo de Sócrates, PEC4, pedido de ajuda externa, entre outros tantos assuntos do passado.
 
Foi um autêntico ajuste de contas, sem esquecer as criticas ao Presidente da República e ao actual Governo de Passos Coelho. Mas tudo numa eterna comparação consigo próprio e com o que lhe fizeram. Coitado. Até deu pena.
 
Para a actualidade sobrou muito pouco. Mas já foi suficiente para a RTP ter, finalmente, umas audiências decentes. É pena que não seja possível colocar José Sócrates em horário integral e assim fazer frente à Cristina e ao Goucha nas manhãs da TVI, ou às tardes da Fátima Lopes ou da Conceição Lino. Ou ainda às novelas brasileiras e portuguesas que proliferam em horário nobre. Talvez assim a RTP saí-se da crise em que se encontra e começasse a fazer moça na concorrência.
Agora é esperar pelo comentário da próxima semana e descobrir se será mais do mesmo.
Melhor que isto só se se lembrarem de convidar este personagem para o Big Brother. Certamente daria boas horas de entretenimento ao lado de José Castelo Branco. Que medo!

Revista Made


Para poderem compreenderem melhor o projecto de que vos falei ontem à noite e ter uma imagem visual do mesmo, deixo-vos com o link para acederem ao Facebook da Revista Made. Como a data de lançamento será durante o mês de Abril, não poderão ver ainda a revista, mas podem familiarizarem-se com o logotipo e fazer o pedido para receber mensalmente em formato digital no vosso mail.
 
Para os mais cépticos aqui da região, que por mero acaso estejam a ler este post, podem pedir mais informações directamente para o mail da direcção, que posteriormente serão encaminhados para o comercial da vossa zona. Para os que quiserem ajudar-me e trabalhar directamente comigo, já sabem, é para o mail naodigasnadaninguem@gmail.com  :)

Qualquer dúvida que tenham ou se quiserem simplesmente pedir mais informações sem qualquer compromisso, sintam-se à vontade para entrar em contacto!

quarta-feira, 27 de março de 2013

De volta ao mercado!


E cá estou com boas notícias! A chamada foi recebida durante a tarde e fui... seleccionada!!!
Ah pois é, uma entrevista - um emprego.
É sorte a mais para o que estou habituada mas há que aproveitar e pôr mãos à obra.
Amanhã é tempo para uma formação mais detalhada sobre o produto e para conhecer a restante equipa comercial que irá andar nas ruas a dar voz e espaço visual a todos os negócios da região que queiram se mostrar. E por região pode-se considerar as zonas de Espinho, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Estarreja, Ovar, Vila Nova de Gaia, entre outras.

O projecto consiste na elaboração de uma revista mensal de distribuição gratuita onde todos os empresários com negócios abertos ou que trabalhem por conta própria podem divulgar as suas actividades e, deste modo, chegar a mais pessoas e conseguir mais clientes e mais lucros.
Tudo passa pela publicidade, que pode ser feita da forma tradicional, mas que é essencialmente feita de forma diferenciada e individual através de Publireportagens.
Agora é começar a contribuir para que a crise não se apodere de vez do nosso país e para que estes negócios se tornem cada vez mais prósperos.

Mandem lá vir essas opiniões e caso queiram saber mais informações sobre esta nova revista, não hesitem, é só enviar um mail para naodigasnadaninguem@gmail.com

Cosmo para a tarde



Esta tarde, enquanto aguardo o telefonema decisivo do dia, vou-me entreter com a edição de Abril da Cosmopolitan que hoje encontrei nas bancas. Já que não posso me dedicar às compras, pelo menos vou-me mantendo actualizada quanto às tendências. Ver coisas bonitas faz bem à vista. Afinal de contas, sonhar ainda não paga imposto...

Afinal isto funciona!


Entenda-se por "isto", não aqui o estaminé, mas sim a minha caixa de e-mail.

Finalmente recebi uma resposta, depois de dezenas e dezenas de currículos enviados!
Quase a entrar em desespero e a dar em louca com tanto silêncio e com tanto tempo livre para pensar no que devo e no que não devo, eis senão quando, chega um telefonema e uma entrevista para hoje.
A tarefa foi cumprida, penso eu que com algum sucesso, e durante a tarde de hoje receberei uma resposta.
Não ia assim com muita moral, que isto de acertar logo à primeira entrevista não é fácil e ainda menos encontrar logo assim um emprego de sonho ou, pelo menos, razoável.
Mas confesso que o projecto é aliciante, novo e fresco. Dá mesmo vontade de participar numa equipa jovem e empreendedora como esta. As condições não são de sonho, mas as perspectivas de futuro parecem muito interessantes. É tudo uma questão de acreditar e de trabalhar para lá chegar.

No entanto, o mais importante deste contacto foi recuperar a confiança nas minhas qualidades profissionais. Quase dois meses sem obter nenhum feedback era coisa inusitada para mim. Estava já capaz de pôr em causa todo o meu percurso profissional e a desesperar com a ausência de futuro próximo. Até porque a minha conta bancária está quase a entrar na falência e neste mês de Abril que se aproxima o meu veículo vai-me fazer um arrombo nas finanças. É que é seguro, inspecção e selo tudo ao mesmo tempo. E sem estas coisas em dia fica difícil trabalhar.
Portanto... Wish me luck!

terça-feira, 26 de março de 2013

Primavera?!


Cara Sô Dona Primavera,

Venha por este meio informá-la que está em falta para com o calendário. Imagino que seja bom estar de férias, de papo para o ar, sem ter nada para fazer nem obrigações para cumprir e, muito menos, sem ter de aturar todas as reclamações das pessoas em geral. Apesar de lamentar imenso interromper estas suas inactividades, sou forçada a relembrar-lhe que as suas funções já começaram à praticamente uma semana. E até agora a senhora ainda não deu ar de sua graça. Deixou-nos abandonados com o triste Inverno que, coitado, também há-de ir querer gozar das belas férias.
Sendo assim, e como o Verão ainda se encontra incontactável, espero que se apresente no seu posto de trabalho amanhã sem falta e que leve para longe esta chuva sem fim. É suposto ser Primavera e portanto seria suposto vermos uns raios de sol e termos uma temperatura mais amena e com menos molhas incluídas.
Com toda a certeza esta chuva toda está a fazer falta em qualquer outro ponto do planeta, provavelmente no hemisfério sul e a nós, neste canto tão esquecido, já nos está a sobrar!

Com os melhores cumprimentos.
Até breve!

segunda-feira, 25 de março de 2013

A idade das trevas


Existem momentos que nos transportam no tempo e esta noite, à poucos instantes, foi um desses.
Então tinha eu terminado de jantar e de tomar o belo do meu café na minha querida Delta Q, e estava já de volta ao portátil para continuar nas minhas andanças pela blogosfera, pelo Facebook, ofertas de emprego via mail e afins, quando a luz simplesmente apaga-se. E apagou-se mesmo na casa toda, na dos vizinhos e na via pública também. Lá andei feita tona às escuras pela casa (coisa que simplesmente detesto - não vou a lado nenhum nesta casa de noite sem acender luzes por onde passo) em busca das velas e dos fósforos. Lá os encontrei na cozinha, em cima da lareira e depois de se fazer luz (de vela), voltei para o quarto já com uma chama para me guiar. Nesse preciso instante, a luz volta.
 
Claro está que me pus a praguejar feita maluca, porque-é-sempre-a-mesma-merda-quando-encontro-a-merda-da-vela-lá-volta-a-luz. Lá apaguei a velinha e voltei a ligar o pc, a entrar na net e, passados 10 minutos, lá foi a luz com o c*r*lh*. Fiquei possessa, como podem imaginar. E fiquei a pensar como, nos dias de hoje, estamos tão dependentes da electricidade. É que sem ela nada funciona. É os aquecimentos ficam off e as casas um gelo. É os frigoríficos que ficam em modo derreter e corremos o risco de nem ter o que comer. É os computadores e a Internet que deixam de estar ligados, deixando-nos isolados de grande parte do mundo. Aqui em casa, é a água que se acaba no tanque, e não tem forma de se voltar a reabastecer. Realmente, sem electricidade em casa, é como entrar numa máquina do tempo, sendo que em pior porque já não usamos os recursos que se usavam antigamente, quando não existiam estas tecnologias todas. Não existem salgadeiras nem candeeiros a petróleo que nos iluminem em condições de noite, entre outras tantas coisas que, certamente, desconheço a existência.
 
O importante é que a electricidade parece ter voltado para ficar (assim espero, pelo menos) e vão ser poupados a este meu divagar e às minhas dúvidas existenciais!
Good night!

Equilibrio e Persistência


domingo, 24 de março de 2013

Como ganhar uma Bimby


Gosto bastante de comer coisas boas e saborosas e, salvo algumas excepções, não tenho medo de experimentar coisas diferentes. No entanto, a arte da culinária não é o meu forte. O que significa que como bem melhor do que cozinho. Desenrasco-me, mas estou longe de ser brilhante. Prefiro os doces do que cozinhar "comida a sério", principalmente porque cozinhar tira-me o apetite. Acabo por não comer nadinha e isso tira-me do sério.
Mas para todos os mestres da culinária que se encontrem a ler este post, podem descobrir uma forma de ganhar uma Bimby aí para casa. E como, perguntam vocês. A Cabra Palhais responde-vos a isso:

De forma a comemorar o lançamento desta nova gama de queijos frescos Cool, lançaram este passatempo. E para levaram a Bimby convosco só precisam de pôr a imaginação a funcionar e criar uma receita original em que utilizem um dos queijinhos novos e fotografar a confecção da mesma e enviar tudo para acabrapalhais@gmail.com.
O melhor autor recebe uma Bimby como prémio.
E que pena tenho eu de não ter talento para isto, porque não imaginam o jeito que me dava uma Bimby na minha cozinha!
Para mais informações, podem ver tudo no Facebook da Cabra Palhais, aqui.
Boa sorte a todos que decidirem participar ;)

All night long



Na Estação da Luz, com direito a zona vip, com uma pista cheia de gente e num espaço bonito.
Pena é que a música não seja lá grande coisa. Muito pum-pum e sem assunto nenhum.
Ainda por cima, nesta discoteca fumar é um caso de polícia de investigação. Nunca vi uma zona vip onde fosse proibido fumar. Aliás, em quase toda a discoteca é proibido fumar. O que torna impossível alguém respeitar essa regra à risca, no meio da multidão. E andavam os seguranças em constante aviso às pessoas por quem passavam "ah-é-proibido-fumar-tem-de-apagar-o-cigarro".
Enfim, uma comédia.
E já não havia memória de sair da disco em plena luz do dia.
Chegar a casa quase às 8 horas da matina, debaixo duma chuvada daquelas de molhar a alma, deixa qualquer um de rastos. Pelo menos, qualquer um que já não tenha 20 aninhos frescos e soltos.
Mas pronto, podia ter sido bem pior!

sábado, 23 de março de 2013

Provar cerveja?!


 
Descobri esta tarde, no blog As Dicas da Bá, e ainda estou meio atordoada com esta oferta de emprego.
Será possível que alguém neste mundo esteja disposto a pagar 1250€ para alguém andar de bar em bar a provar cerveja para depois relatar a experiência no Facebook?
Devo confessar que não sou nada apreciadora de cerveja, bem pelo contrário. Mas também confesso que por este ordenado mensal, não me custava nada começar a habituar-me à ideia e a beber mais cerveja, e de forma responsável, que também é um dos requisitos.
Conseguem-se imaginar com um emprego destes? Eu tenho alguma dificuldade e ainda não estou completamente convencida de que não seja uma qualquer brincadeira ou forma de marketing da marca.
Alguém desse lado já se candidatou ou vai-se candidatar? O que acham disto tudo?


Em todas as ruas te encontro



Em todas as ruas te encontro
Em todas as ruas te perco
conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto, tão perto, tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura
Em todas as ruas te encontro
Em todas as ruas te perco.

Mário Cesariny

quinta-feira, 21 de março de 2013

Vamos de viagem?



Depois de ver estas coisas fofas, até me abriu o apetite para partir de férias e fugir a esta Primavera tão fraudulenta que mais parece Inverno.
Se bem que não preciso de muitos incentivos para pensar em partir e conhecer mundo. É daquelas coisas que só de pensar já me aquece o coração.
Mas com uma malinha destas era meio caminho andado para me dar vontade ATÉ de fazer a mala (que é coisa que ninguém deve gostar).
O difícil seria escolher a cor. Como o rosa não é assim a modos que a minha cor de eleição, a duvida divide-se entre o laranja e a prateada (que mais parece branca).
Podem encontrá-las na Parfois, pela módica quantia de 42,99€.
Depois é só escolher o destino e partir!

Google informa...



Que hoje se comemora o 167º aniversário de Rafael Bordalo Pinheiro.
O que dado a actual conjectura, me parece muito apropriado relembrar.
Mais do que nunca o querido Zé Povinho é necessário e mostra o quanto a arte pode servir o país e marcar uma época. E retratá-la também.


Para os nossos políticos... Ora tomem!

quarta-feira, 20 de março de 2013

O maior cego é o que não quer ver



Assim diz a sabedoria popular. E com muita razão, é preciso admitir.
Todos já passámos por fases em que nos recusamos em ver o que está à frente dos nossos olhos. Por medo de enfrentar a verdade ou por não querermos admitir que afinal os outros estavam certos e nós errados.
Mas, por norma, não passa disso mesmo. Fases que acabam por chegar ao fim e, geralmente, servem de lição para futuramente mantermos os olhos bem abertos e sem véus que nos afastem da realidade.
No entanto, as fases de algumas pessoas demoram bem mais a passar que outras. Todos temos timings diferentes, é certo. Mas algumas pessoas abusam, pá. Param na adolescência e por lá ficam indefinidamente. Ou, neste caso, ficam alheados da realidade vivendo permanentemente num mundo à parte onde enxergam as coisas como melhor lhes convém ou menos magoa.
Mas um dia a vida toma conta da situação. É sempre uma questão de tempo...

terça-feira, 19 de março de 2013

Sapateira rotativa



Mais uma daquelas ideias fantásticas que encontrei no Facebook. Nunca vi nada disto à venda em lado nenhum e tenho a certeza que seria um êxito de vendas entre as mulheres deste mundo.
Eu própria sinto-me tentada a mandar fazer uma coisa destas para mim. Quem não gostaria de ter uma sapateira assim?
Quando encontrarem algo do género no mercado, lembrem-se de mim e, pelo menos, informem-me.
Se encontrar prometo fazer o mesmo :)

O melhor Pai do Mundo



O meu, claro está. Sei que hoje cada um puxa a brasa à sua sardinha, mas o senhor meu pai é pra lá de espectacular. Está anos luz à frente da maioria dos homens que conheço. E dá 10-0 à maioria dos pais da minha geração.
Porque ser pai é bem mais do que um momento de prazer que se traduz numa criança na barriga da mãe. Está muito além da biologia do sangue e do ADN. Ser pai pode ser isso tudo, mas não chega. É preciso muito mais. É preciso amor, vontade de ser melhor a cada dia, dar exemplos e educação e princípios. É saber que se vai errar, mesmo quando só se pensa em fazer a coisa certa.
É mais do que fazer parte da mesma carne. É tomar a decisão consciente de querer amar e proteger aquela criança todos os dias da nossa vida. Mesmo quando deixar de ser criança aos olhos do mundo.
E o meu pai foi muito além do acto de auxiliar à minha concepção. Ele decidiu que iria ser meu pai, passando por cima de todos os obstáculos. E essa decisão alterou para sempre a minha vida.
Obrigada por tudo o que me deste Paizão. Sei que estarás sempre aí do meu lado para o que precisar, com distância ou sem ela. E é também por isso que te amo tanto. E que estarei sempre aqui para ti. Sempre!

segunda-feira, 18 de março de 2013

Ideia brilhante e económica



Depois de mais um passeio pelo meu Facebook, deparei-me aqui com esta ideia pra lá de original.
E porque não aproveitar as caixas de cereais, que por norma acabam no caixote do lixo, e fazer delas bonitos porta revistas?
Nada mais económico e, o que também é importante, personalizado. O limite é a nossa imaginação e bom gosto.
Mãos à obra! ;)

Canções tristes



Lembro-me bem do seu olhar.
Ele atravessa ainda a minha alma.
Como um risco de fogo na noite.
Lembro-me bem do seu olhar. O resto...
Sim o resto parece-se apenas com a vida.

Ontem, passei nas ruas como qualquer pessoa.
Olhei para as montras despreocupadamente
E não encontrei amigos com quem falar.
Tão triste que me pareceu que me seria impossivel
Viver amanhã, não porque morresse ou me matasse,
Mas porque seria impossivel viver amanhã e mais nada.

Fumo, sonho, recostado na poltrona.
Dói-me viver como uma posição incómoda.
Deve haver ilhas lá para o sul das cousas
Onde sofrer seja uma cousa mais suave.
Onde viver custe menos ao pensamento,
E onde a gente possa fechar os olhos e adormecer ao sol
E acordar sem ter que pensar em responsabilidades sociais
Nem no dia do mês ou da semana que é hoje.

Abrigo no peito, como a um inimigo que temo ofender,
Um coração exageradamente espontâneo
Que sente tudo o que eu sonho como se fosse real,
Que bate com o pé a melodia das canções que o meu pensamento canta,
Canções tristes, como as ruas estreitas quando chove.

Álvaro de Campos

domingo, 17 de março de 2013

Põe tudo o que és...



Fernando Pessoa tem sempre razão, até nas mais pequenas coisas...

Dj Overule in tha house



Ontem à noite, o rei da pista foi mesmo o Dj. Este Overule, apesar de ter uma forte tendência hip hop e de este não ser o meu estilo de eleição para uma noite na discoteca, dominou completamente a noite. Lá talento tem ele de sobra. E isto, sobre uma grande dose de trabalho que se nota em cada música que passa e em cada passagem espectacularmente conseguida. Se há coisa que este senhor não conhece são os típicos "pregos".
Uma noite bem passada, afinal.

sábado, 16 de março de 2013

Dilema do dia



Tenho a certeza que as mulheres aí desse lado estão neste momento a acenar com a cabeça em completo acordo.
E hoje tem festa na área. Mais um aniversário e, como sempre, o meu dilema é descobrir o que vestir esta noite. Há que pensar no que se vestiu ultimamente, para não darmos aquela impressão "ai e tal ela não tem mais nada para vestir". Depois é preciso pensar no contraste quente-frio que este Inverno tem aparecido em força. Isto porque cá fora está um frio de morrer congelado, mas não podemos ir cheias de roupa porque depois vai-se para sítios tipo bares e discotecas e morre-se lá assado com o calor.
 
Já para não falar no calçado. Sempre em forte dependência do programa da noite. Porque se for só pra tomar café num sítio calmo, o importante é que sejam os mais bonitos que tivermos em casa. Mas se, pelo contrário, a ideia é ir dançar toda a noite é ainda mais importante um mínimo de conforto para não encostar às boxes passada uma pobre meia hora.
Enfim, vou-me dedicar a ponderar no assunto, a ver se fico pronta a tempo do jantar...

sexta-feira, 15 de março de 2013

Agatha Ruiz de la Prada



Eu, como os mais atentos já repararam certamente, não sou uma pessoa muito dada a cores e padrões extravagantes. Pelo contrário, sou uma eterna apaixonada pelo preto, e as poucas cores que entram no meu armário são sempre a pender assim pro escuro. São gostos, que hei-de eu fazer?
O que é certo é que à conta desta minha preferência, nunca me senti muito atraída pelas colecções da Agatha Ruiz de la Prada. Reconheço-lhe o talento e até gosto da ideologia dela, mas aquilo é cor a mais pra mim. Faz-me confusão, pronto.
No entanto, hoje deparei-me com este porta moedas e com esta carteira muito fofinhas. E apesar de serem de facto marcadas pelo estilo desta criadora, gostei do tom mais escuro da coisa.
Agora estou indecisa. Qual delas levo para casa? A carteira? O porta moedas? Ou as duas?
Ai, ai, as minhas finanças!

quinta-feira, 14 de março de 2013

Playboy e Disney



E pensava eu que não existiam semelhanças entre estes dois universos. E não é que o que afinal une e aproxima o erotismo e sensualidade da Playboy e o mundo de fantasia e romance da Disney é precisamente a culpa.
Isto porque nos venderam uma imagem de perfeição, visual para os homens e sentimental para as mulheres, que nos faz sonhar com coisas que se calhar não nos fazem assim tanta falta.
Afinal de contas, uma mulher não precisa de ter as mamas da Pamela Anderson para fazer um homem feliz. E para nós mulheres não é essencial encontrar nenhum príncipe encantado para nos levar para um mundo encantado e cor de rosa. Aliás, basta nos lembrarmos do romance falhado da Diana de Gales para perceber que nem sempre os príncipes nos fazem felizes para sempre. No fundo são homens como outros quaisquer, que enganam, mentem e traem se não nos amarem de verdade. Tão falíveis como os sapos...

quarta-feira, 13 de março de 2013

Erección de nuevo papa?!



Num dia como este, que determina o fim do Conclave com a eleição de um novo Papa e, portanto, feita sem rede, imagino que os lapsos sejam uma coisa normal. Mas este, bem, foi um pouco mau de mais...

E temos já um Papa a fazer história em poucas horas. É o primeiro Papa latino americano. O primeiro da Ordem dos Jesuítas. E será conhecido como o primeiro Francisco. Ouvi um palpite de um comentador na televisão que afirmava acreditar que este nome poderia ter sido escolhido por Jorge Mario Bergoglio inspirado em Francisco de Assis. Gostei da teoria.
Este argentino tem um ar bem mais simpático do que o alemão Bento XVI. Está, no entanto, longe da imagem que tenho de um Papa. Ou melhor dizendo, está longe do ar acolhedor de João Paulo II.

É certo que tive uma educação católica, com direito a frequentar catequese e com Primeira Comunhão incluída. Não sou, porém, muito ligada a religião e muito menos me identifico com grande parte das ideias que a Igreja Católica nos incute. Mas a imagem de avô fofinho de João Paulo II e o seu carisma inegável é algo muito difícil de algum dia ser alcançado por um seu sucessor.
Mas espero que este novo Sumo Pontífice traga uma lufada de ar fresco e uma nova vaga de credibilidade, coisas que tanta falta fazem a esta Igreja. Mais não seja, os verdadeiros crentes, as pessoas com aquela fé do tamanho do mundo, essas merecem, com toda a certeza.

terça-feira, 12 de março de 2013

Quando me elegerem para Presidente...


Decreto que o horário oficial de todos os serviços e de toda a indústria e de todo o comércio se inicia das 10 horas da manhã em diante.

(Antigamente, noutros tempos que já lá vão, existia a hora do recolher obrigatório. Isto pode ser considerado um despertar obrigatório)

Até amanhã que já não me aguento de olhos abertos!

segunda-feira, 11 de março de 2013

Justin Bieber e as tatuagens



Dado que todos já passamos pela adolescência e, consequentemente, pela fase da parvoíce e pela idade do armário e toda e qualquer expressão que prefiram atribuir a esta época da vida (à qual é impossível fugir), não me espanta assim tanto a maioria das loucuras desta nova juventude que surge ano após ano. É normal que assim seja, afinal de contas se não surgissem essas novidades, não seria possível escandalizar os mais velhos, pois como bem sabemos - e quem não sabe é porque tem memória curta - é precisamente esse o objectivo da malta nova. Foi assim com a geração dos nossos pais. Foi assim com a nossa geração. E assim será com as seguintes. Faz parte do crescimento querer fazer o que é proibido ou, simplesmente, fazer coisas que os mais velhos não se lembraram de fazer. É sobejamente conhecida a criatividade da juventude e deixa muita saudade em todos os que a viveram. Mas confesso que esta última da miúda alucinada que fez SEIS tatuagens do Justin Bieber é algo que me transcende. Será que a pobre rapariga não tem uma mãe e um pai que lhe metam juízo naquela cabeça?? Bem, pergunta desnecessária. É óbvio que não. Tendo em conta que a dita miúda tem uns 15 anos e, portanto, foi necessária uma autorização assinada pelos pais para consentir naquelas tatuagens, é mais do que óbvio que, piores do que a miúda que daqui a uns anos vai maldizer as putas das tatuagens, são os pais que permitem numa alucinação destas numa miúda.
 
Realmente não são os adolescentes que estão diferentes. Todos tivemos e, em certos casos, ainda mantemos, ídolos naquela época. O que mudou de verdade foi a mentalidade de alguns pais que escolheram o caminho mais fácil, mais cómodo e que menos problemas imediatos traz: o do "deixa andar". Por este andar, nem quero imaginar os adultos em que se tornarão...

Lágrima de preta


Lágrima de preta

Encontrei uma preta
que estava a chorar,
pedi-lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:

Nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.
Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.

António Gedeão

 

domingo, 10 de março de 2013

Escadas para o Céu



E porque o acesso ao meu futuro quarto é feito através dumas escadas assim, eis que me deparo com mais uma excelente ideia da Magenta Decorações.
Personalizar as escadas para o meu cantinho parece-me uma excelente inspiração. E é só falar com eles que resolvem e ajudam a escolher a melhor opção para cada caso em particular.
Para mais informações e para entrarem em contacto com eles, consultem o post aqui.

sexta-feira, 8 de março de 2013

8 de Março - Dia Internacional da Mulher



Sou aquela que passa e ninguém vê ...
Sou a que chamam triste sem o ser ...
Sou a que chora sem saber porquê ...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

Florbela Espanca
in "Livro de Mágoas"


Feliz Dia para todas as mulheres... bem merecemos ;)



quinta-feira, 7 de março de 2013

Must have #2



Voltando à temática do must have desta estação, como queria umas botinhas assim, como as da foto.
Tipo Jeffrey Campbell (porque originais é coisa que nem passa pela minha pobre carteira), a imitar pele (nada de camurça como tanto se viu este ano), e com muitas tachas como eu tanto gosto.
A verdade é que ainda encontrei algumas imitações durante os meus passeios pelos shoppings, mas mesmo sendo imitações, são muito caras para uma pobre desempregada como eu!
Só me resta continuar a procurar um achado daqueles que nem dá para acreditar...

O que esperas dos homens?



Meninas desse lado, concordam?

Pedra Filosofal



Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

António Gedeão, Pedra Filosofal
in Movimento Perpétuo, 1956
Ver mais


quarta-feira, 6 de março de 2013

1000 visitas!!!



De acordo com o Sitemeter, aqui o estaminé já atingiu as 1000 visitas. Quem diria?
Obrigada a todos e voltem sempre ;)

O salário mínimo depois do AVC


E não é que depois da polémica com as facturas e a palhaçada da fiscalização com a qual pretendiam nos intimidar com direito a ameaça de multas e afins só por não sairmos dos estabelecimentos sem o papel na mão, quando se pensava que não seria possível vir nada mais cómico, no sentido irónico da coisa, eis que o nosso primeiro ministro, Passos Coelho, se sai com mais uma afirmação ridícula de tão estúpida.
Pois, vejam bem, ele acredita que a solução para o desemprego crescente no nosso país passa por, nada mais nada menos, diminuir o salário mínimo! Como se aquele valor MÍNIMO que se paga fosse uma autêntica fortuna e não fizesse diferença a ninguém trabalhar por menos.
Vindo de alguém que ganha uma dúzia de salários mínimos, é realmente ofensivo.
Mas se é essa a opinião dele e se acredita de facto que é possível viver-se com menos, porque não colocar toda classe política a receber este valor? Isso sim seria um exemplo e uma motivação para todos nós percebermos que de facto o dinheiro não faz assim tanta falta.
Em suma, foi um autêntico ataque. Um AVC. Ausência de Vergonha na Cara.
Qual será a próxima teoria alucinogénica deste governo? Até dá medo só de imaginar...

O amor é o amor - e depois?



O amor é o amor - e depois?
Vamos ficar os dois
a imaginar, a imaginar?…
O meu peito contra o teu peito,
cortando o mar, cortando o ar.
Num leito
há todo o espaço para amar!
Na nossa carne estamos
sem destino, sem medo, sem pudor,
e trocamos- somos um? somos dois?-
espírito e calor!
O amor é o amor - e depois?

Alexandre O’Neill
in Poesias Completas

terça-feira, 5 de março de 2013

Must have


Apesar da minha falência quase técnica, ainda tenho andado de olho em algumas peças que me andam a fazer muita falta. Aliás, o meu guarda roupa grita por elas. Claro que muitas mais são alvo do meu desejo, mas como estou em recessão, tenho de me contentar com o mínimo e indispensável.
E são elas:

A camisa preta assim, meio transparente.
Na época passada acabei por não me decidir por nenhuma, e agora está em falta.
Esta com tachas parece-me muito bem e ao meu estilo.
 
Uma clutch preta está em défice no meu closet.
Só tenho malas e sacos enormes e clutchs do século passado.
É preciso uma coisa novinha e a estrear.
 
Agora que já encontrei as peças que me fazem falta, só falta a coragem de me pôr a gastar dinheiro.
Ando tal e qual como o Tio Patinhas, com a diferença enorme de que não possuo um cofre cheio de moedas de ouro para mergulhar. Too bad.



Pelo sonho é que vamos



Pelo sonho é que vamos,
comovidos e mudos.

Chegamos? Não chegamos?

Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos,
basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria
ao que desconhecemos
e ao que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?

─ Partimos. Vamos. Somos.

Sebastião da Gama


segunda-feira, 4 de março de 2013

Estamos no Facebook



E chegamos às redes sociais, pessoinhas!
Ainda não está a 100% mas já existe e isso é que interessa.
Agora estou à vossa espera por lá.
O cartão de visita já está aí do lado direito e é só pôr um gosto para nos mantermos in touch.
O Facebook espera por nós ;) Até já!

Os maridos das outras



Sem mais comentários... ahahah

Desencontros



Incendeiam-me ainda os beijos que não me deste
E cegam-me os acenos que me não fizeste
Da janela irreal onde o teu vulto
Era uma alucinação dos meus sentidos.
Mas, decorrida a vida, e oculto
Neste versos doridos,
A saber que não sabes que te amei
E cantei,
E nem mesmo imaginas quem eu sou
E como é solitária e dói a minha humanidade.
Em vez de te acusar
E me culpar,
Maldigo o arbítrio da fatalidade
Que cruelmente nos desencontrou.

Miguel Torga

domingo, 3 de março de 2013

O medo do escuro e a factura da EDP


Já não tenho memória da época em que as minhas facturas da EDP continham dois dígitos, porque nos últimos meses têm-me aparecido cá por casa, todas sem excepção, sempre com mais de 100€ para pagar. Isto já começa a meter medo de verdade. Qualquer dia vamos voltar à luz das velas.
Não há orçamento que resista! O desemprego e a EDP vão-me levar à falência em pouco tempo...

Vamos dar uma volta pelo Facebook?



Concordo plenamente com esta afirmação e tenho a certeza que muito de vocês também partilham desta opinião.
Mas como há coisas às quais não vale a pena fugir, o Facebook tornou-se inevitável nos dias de hoje.
E como tal, estava a pensar levar aqui o estaminé a dar uma voltinha pelo universo Facebook. Que dizem? É uma boa ideia ou nem por isso? Acho que pode ser uma forma de ficarem mais próximos e também de ficarem a par de todas as novidades que por cá vão surgindo.
Aguardo o vosso feedback ;)

A Magenta Decoração e os Vinis


Aqui fica registado mais algumas ideias brilhantes que encontrei no Facebook da Magenta Decoração.
Nada como uma casa nova para nos animar os ânimos e fazer pensar em coisas bonitas e devo dizer que coisas assim é que não faltam a estes senhores.
Têm propostas muito giras e cheias de originalidade que é uma coisa que me assiste.
Aqui ficam algumas que me ficaram debaixo de olho. O difícil vai ser mesmo escolher só alguns...



 
Lá em cima têm o link para aceder ao Facebook deles, mas tem também um site onde podem adquirir tudo isto e muito mais. É só clicar aqui. 

Audi A6


A motorista da noite (eu) teve direito ao carro da noite (um parecido com o da foto).
É o que dá ter amigos responsáveis, que mesmo sem estar a contar em beber de mais, quando isso acontece, prefere passar a máquina a alguém que permanece sóbria. Lindo menino!
E nada machista, que isso de que as mulheres são um perigo ao volante é um GRANDE MITO!
 

sábado, 2 de março de 2013

Porque é Sábado à noite



E certamente daria muito jeito a muito boa gente, que com os copos há quem se esqueça onde mora, com quem estava e até como se chama. É um total estado de amnésia momentânea que afecta o pessoal. Mas com uma t-shirt destas ninguém corre o risco de ficar mal.
E assim, nada de serem irresponsáveis e depois de uma bebedeira, que nem vos passe pela cabeça se meterem à estrada. Conduzir é um assunto sério, minha gente. Não arrisquem a vossa vida e, ainda menos, a dos outros.
Não deixem de se divertir que nestes tempos de eterna crise, é preciso animar a malta!

A princesa de conto


Eu trago-te nas mãos o esquecimento
Das horas más que tens vivido, Amor!
E para as tuas chagas o ungüento
Com que sarei a minha própria dor.

Os meus gestos são ondas de Sorrento...
Trago no nome as letras duma flor...
Foi dos meus olhos garços que um pintor
Tirou a luz para pintar o vento...

Dou-te o que tenho: o astro que dormita,
O manto dos crepúsculos da tarde,
O sol que é de oiro, a onda que palpita.

Dou-te, comigo, o mundo que Deus fez!
Eu sou Aquela de quem tens saudade,
A princesa de conto: "Era uma vez..."

Florbela Espanca

Tarefa cumprida


E lá foram mais uns quantos mails de resposta a ofertas de trabalho enviados.
Se isto não se começar a traduzir em, pelo menos, entrevistas de trabalho acho que me suicido!
Pronto, ok, estou a exagerar. Mas é que sem pequenos resultados, começo a pensar que o meu serviço de e-mail não está a funcionar porque não envia o que eu mando, ou as pessoas em questão não estão a receber os meus currículos. É que das duas uma. Nunca me aconteceu tal coisa. Tanto tempo sem um contacto sequer.
Mas pra semana é que vai ser. Vai sair entrevista e emprego e tudo e tudo e tudo.
Pensamento positivo é o que é preciso!

sexta-feira, 1 de março de 2013

Hoje vou tratar de ser feliz


See you later!

Não tenho limites



Não. Não tenho limites.
Quero de tudo
Tudo.
O ramo que sacudo
Fica varejado.
Já nascido em pecado,
Todos são naturais
À minha condição,
Que quando, por excepção,
Os não pratico
É que me mortifico.
Alma perdida
Antes de se perder,
Sou uma fonte incontida
De viver.
E o que redime a vida
É ela não caber
Em nenhuma medida.

Miguel Torga