expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

quinta-feira, 26 de abril de 2018

#Livros - As Cinquenta Sombras Mais Negras, de E. L. James



Sinopse
Perseguida pelos negros segredos que atormentam Christian Grey, Anastasia Steele separa-se dele, e começa uma carreira numa prestigiada editora de Seattle. 
Mas por mais que tente, Anastasia não o consegue esquecer - ele continua a dominar-lhe todos os pensamentos. E quando Christian lhe propõe reatarem a relação com um novo e diferente acordo, ela não consegue resistir. Aos poucos, uma a uma, começam a revelar-se as Cinquenta Sombras que torturam o seu autoritário e dominante amante. 
Enquanto Grey se debate com os seus demónios, e revela a Anastasia um lado inesperadamente romântico, ela vê-se obrigada a tomar a mais importante decisão da sua vida. 
Uma escolha que só ela pode fazer...

Opinião
Cá estamos com o segundo volume da trilogia erótica mais vendida em todo o mundo. Depois de partilhar contigo a opinião sobre As Cinquenta Sombras de Grey, é preciso prosseguir e desvendar o que irá acontecer aos nossos imprevisíveis protagonistas como, aliás, foi prometido no início da semana.

Este livro é de facto mais negro e convida-nos a mergulhar nos segredos mais profundos e a conhecer a faceta mais negra de Christian e da Anastasia. É uma viagem tumultuosa e que decorre a uma velocidade vertiginosa, mal dando tempo para que se recupere o fôlego entre uma cena e outra. Por vezes, devido à intensidade dos sentimentos que unem e arrebatam o nosso casal. Outras pelas aventuras constantes que vivem. E, por fim, devido às intensas e intermináveis cenas de sexo que, neste segundo livro, se multiplicam como se não houvesse amanhã.

Vamos começar mesmo por aí, o sexo longo e interminável. Todos sabemos que no início de uma relação se pratica muito a arte do amor, primeiro para se conhecer, depois para explorar o prazer do parceiro, depois porque a tesão assim manda. Com o passar dos meses a coisa vai diminuindo, sendo necessário injectar algum incentivo para que o desejo sexual não passe para segundo plano.

Com estes dois tudo atinge umas proporções inesperadas para qualquer pessoa normal. O apetite sexual desta gente é qualquer coisa do outro mundo. Já para não falar, outra vez, da velocidade a que se passam os acontecimentos. Tudo lhes acontece numa base diária. É esgotante tentar acompanhar este ritmo, o que diria viver uma coisa do género.

É interessante ver como o Christian aprende a fazer amor em oposição ao que antes fazia, foder. E faz sentido para o desenrolar da história que se perceba a evolução do personagem, bem como o facto de que continua a ter prazer em fazer coisas diferentes e em ensinar a Anastasia o prazer que se encontra no limiar dos nossos limites. No entanto, são demasiadas cenas que se tornam aborrecidas e despropositadas em certos momentos e não acrescentam nada à narrativa.

Anastasia continua igual a si própria, ou seja, obstinada, teimosa, engraçada e com uma insegurança que não dá para perceber muito bem de onde vem. Ela, efectivamente, não tem real consciência da sua beleza nem da forma como os homens que a rodeiam se sentem atraídos por ela. No entanto, mesmo insegura, enfrenta o estranho e perturbador homem por quem se apaixonou sempre que acha necessário defender aquilo em que acredita.

São um paradigma daqueles, o nosso casal de protagonistas. Ele aparenta ser forte e seguro de si, mas não passa de uma criança assustada que se esconde por trás da máscara de empresário bem sucedido e podre de rico. Ela tem uma constituição frágil e ar de menina, mas é uma mulher de espírito forte, decidido e com capacidade para enfrentar o pior sem se deixar vencer.

A dúvida, agora que ambos se conhecem melhor e aceitaram os sentimentos que nutrem um pelo outro, reside em saber se terão força para prosseguirem a sua história de amor e alcançarem a felicidade juntos. Mal posso esperar, mas o terceiro volume já se encontra na minha mesa de cabeceira, pronto a ser devorado!

O que achaste d'As Cinquenta Sombras Mais Negras? Igualmente bom que o anterior ou ainda melhor? Concordas com as minhas críticas? Deixa o teu comentário e conta-me tudo! 

"Naquele momento não me sentia com capacidade para conversa fiada. Não, não queria nada disso. Transformara-me no meu próprio estado insular. Uma terra devastada, assolada pela guerra, onde nada crescia e os horizontes eram sombrios."

Podes encomendar o teu exemplar na Wook, com 10% de desconto em cartão e portes grátis, ou  comprar a versão inglesa na Book Depository, com 7% de desconto imediato e portes grátis para todo o mundo. 

4 comentários:

  1. Adorei o post bastante criativo
    Conheci seu blog agora adorei tudo e te sigo
    Beijos

    Por favor visite-nos e siga
    https://coisasdecrespasoficial.blogspot.com/2018/04/eu-acredito.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo comentário! :D
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Eu concordo com o que escreveste. Como aliás te tinha dito. O segundo livro é too much sex. Cansa. A história é tão interessante que podia ser explorada de outra forma, esse excesso só vem atrapalhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também sinto que a autora poderia ter sido mais inteligente e explorar com mais profundidade uma história que tinha tudo para ser bem melhor!

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!