expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Never Mind...



Inicialmente, quando acontecia as pessoas não compreenderem os meus raciocínios ou as piadas atiradas para o ar, eu tinha todo o prazer em explicar para que ninguém se sentisse de parte ou excluído da conversa. E explicava de todas as formas mais simples que conheço para ser mais fácil o entendimento. O que me levava a sentir muitas vezes que estava a falar e a única pessoa que estava a compreender era eu própria. Aquela sensação irritante de estar a falar sozinha é coisa que me tira do sério.
 
O que levou a que a minha paciência tenha atingido limites históricos e como consequência, actualmente, limito-me a soltar um "Deixa para lá", que vai na mesma onda deste "Never Mind" (que por vezes também sai).
 
Cada vez tenho menos pachorra para gente burra e, pior ainda, para quem nem se esforça por melhorar ou aprender alguma coisa nova.
Será que também vos acontece? Contem-me tudo! Não me deixem sentir sozinha ;)

Sem comentários:

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!