quarta-feira, 8 de março de 2017

O Dia da Mulher ainda faz sentido?



A efeméride está plenamente divulgada e é do conhecimento de todos. Hoje, dia 8 de Março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Uma data que, como tantas outras, tornou-se um fenómeno comercial.

Nas últimas semanas só se fala em presentes para oferecer às mulheres lá de casa, jantares para reunir as amigas ou colegas, noites de farra para atrair as mulheres aos bares da moda. Uma noite que promete a loucura e que muitos homens adoram, pois encontra-se muitos exemplares femininos que só saem de casa nesta altura e que tiram a barriga de misérias. De divertimento e, por vezes, de álcool. 

É a loucura e, pela parte que me toca, já tenho jantar marcado com as amigas mais malucas da história da amizade. No entanto, não me esqueço que este dia não existe para celebrarmos a nossa condição de mulheres. Pelo contrário, existe para nos lembrarmos que a liberdade e a igualdade de direitos não existe para todas nós. 

Este dia só faz sentido, em pleno século XXI, porque existem mulheres tratadas como objectos, como propriedade dos seus homens, agredidas, mutiladas, humilhadas. É certo que muitas destas coisas acontecem a muitos quilómetros de distância das nossas vidinhas pacatas e civilizadas. Contudo, todos os dias ouvimos casos de violência doméstica, do aumento da violência por parte de namorados cada vez mais jovens, entre tantas outras coisas.

Estes casos acontecem no nosso mundo civilizado e evoluído. Por vezes, mesmo debaixo do teu nariz. Recentemente, muito se falou nas diferenças salariais entre homens e mulheres que desempenham as mesmas funções. Já para não falar nos preconceitos de que ainda somos vítimas. Até eu, neste meu/nosso blog, já referi algumas situações onde isso acontece, como aqui ou aqui.

Para mim, continua a fazer sentido celebrar este dia e todas as vitórias que já conquistámos no decorrer de séculos infinitos. Mas te esqueças que ainda existe um longo caminho a percorrer até que chegue o dia em que o Dia da Mulher seja uma lembrança do passado e não exista necessidade de defender direitos que já adquirimos para todas as mulheres deste mundo. 

É um caminho longo e que levará, certamente, muitos anos. Mudar mentalidades é das coisas mais difíceis e penosas, mas acredito que iremos lá chegar. No entretanto, desejo-te um feliz dia e que o possas gozar em liberdade e em total plenitude de direitos e desejos. Vamos beber um copo esta noite? 


2 comentários:

  1. Não celebrei o dia, não fui a jantares nem para a farra. Não há orçamento, não há festejos :) mas tenho noção do que esse dia representa. Infelizmente, enquanto houver desigualdade, será sempre preciso relembrar que há muito caminho a percorrer... e ainda é longo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caminho é longo, mas o importante é não desistir e continuar a lutar por tudo a que temos direito ;)

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...