segunda-feira, 13 de março de 2017

Desafio de Cinema (15/52) - Década de 70



Segunda-feira é sinónimo de desafio por estas paragens. Um desafio que tem corrido muito bem e que tenho cumprido com muito empenho e dedicação. Claro que a temática deste desafio também ajuda bastante a manter os meus níveis de motivação em alta. Nada como começar a semana a falar de bons filmes contigo. 

O tema proposto para esta semana era escolher um filme da década de 70. O que vem ao encontro do que tenho tentado fazer ao longo das últimas catorze semanas, uma vez que tenho dado preferência a filmes mais antigos e, à partida, menos conhecidos da maioria, em detrimento dos mais recentes e sobejamente falados e comentados. 

A minha primeira escolha seria o meu amado "Star Wars", que teve os seus melhores filmes nesta década. No entanto, esta seria uma opção tão óbvia e que, dificilmente, seria novidade para alguém. O que me obrigou a pesquisar muito e puxar pela memória para encontrar o filme certo para esta semana.

E foi desse modo que cheguei ao filme que hoje te trago. Um filme protagonizado por dois actores brilhantes e dos mais reconhecidos de Hollywood. Falo de "Kramer contra Kramer". Neste filme fala-se de amor, da vida de casal, no papel das mulheres nos relacionamentos e na vida doméstica e familiar, do papel dos pais na educação das crianças. Enfim, tudo temas que não poderiam ser mais actuais, não te parece?


Sinopse
"Kramer contra Kramer" é uma história de relacionamentos contemporâneos, valores e escolhas.

Uma noite já tarde, de regresso a casa do escritório, o obcecado pelo trabalho Ted Kramer (Dustin Hoffman) é confrontado pela sua mulher, Joanna (Meryl Streep), que diz que o vai deixar. Depois de uma vida a ser a "mulher de alguém", ela vai partir para tentar encontrar-se, deixando Ted a cuidar do filho de ambos, de seis anos de idade. Ted, enquanto tenta manter o seu emprego, começa a conhecer bastante bem o seu filho, como poucos pais o fazem: cozinha as suas refeições, leva-o ao parque, percebe os seus medos e receios. Pela primeira vez na sua vida, ele sente-se como um pai completo. Mas então, Joanna regressa. E ela quer o seu filho de volta.

"Kramer contra Kramer" foi vencedor, em 1979, de cinco Óscares da Academia, incluindo o de Melhor Filme, Melhor Actor (Dustin Hoffman), Melhor Actriz Secundária (Meryl Streep), Melhor Realizador (Robert Benton) e Melhor Argumento Adaptado (Robert Benton).


Podes acompanhar o Desafio de Cinema - 52 Filmes em 52 Semanas e ver os próximos temas. 

Sem comentários:

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...