expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

terça-feira, 26 de julho de 2016

Querido Avô,



Hoje é o teu dia. Uma efeméride que serve para me lembrar que já não te tenho aqui comigo. Pelo menos, não tenho a tua presença física. Não te consigo ver nem ouvir. No entanto, sinto sempre a tua protecção e o teu amor. 

Eu, que nem sou uma pessoa religiosa ou espiritual, acredito que aqueles que amamos e nos amaram não nos deixam, quando partem deste mundo. A morte levou-te, mas tenho a absoluta certeza que me proteges e velas pelo meu bem, onde quer que estejas. 

Foste o único avô que conheci e sempre valeste pelos três que não conheci. Encheste-me de amor e carinho, como só um avô sabe fazer. Os 16 anos que viveste comigo serão sempre recordados com saudade e terão sempre um sabor de quero mais. Gostava tanto de ter tido mais tempo contigo. 

Seria maravilhoso poder voltar a desfrutar das nossas conversas e do tanto que tinhas para me ensinar. Não posso, mas guardo comigo tudo o que me transmitiste. A paixão pela História que me mostraste ser tão rica e interessante. Os valores e a força do carácter. A capacidade de amar.

Farás sempre parte de mim. E guardarei comigo todos os momentos e lembranças. Foste um homem extraordinário e inesquecível. Foi um privilégio ter sido a tua única neta, a menina que não te cansavas de proteger dos desvarios familiares.


Comemora-se o Dia dos Avós e não consigo entender como se continua a abandonar os idosos deste país. Como é possível que se privem os filhos de conhecerem o sabor doce do amor dos avós? Como se deixam os pais para morrer, sozinhos, numa cama de Hospital, ou até em suas casas? Sem uma visita ou um telefonema, que seja?

Eu compreendo que a vida já não é como antes e a disponibilidade para se ficar em casa a tratar dos seus "velhinhos" nem sempre existe. No entanto, nos dias de hoje, existem tantas formas de contornar isso. E nada disso justifica a indiferença com que estas pessoas, que tanto deram aos seus, são tratadas.

A vocês que estão desse lado a ler este desabafo, por favor, tratem bem os vossos avós! Se ainda os conservam neste mundo, desfrutem de todos os momentos que ainda possam usufruir da sua companhia. São momentos únicos e que não se voltarão a repetir.

Feliz Dia dos Avós! 

Sem comentários:

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!