quinta-feira, 28 de julho de 2016

Como ficar mais inteligente em 10 passos


Nas minhas deambulações nocturnas pela Internet, encontrei um artigo super interessante e que muito me interessou. Já todos sabem que esta coisa da inteligência me diz muito e encontrar pessoas com essa qualidade tem-se tornado numa busca, só comparável à busca do Santo Graal. 

Como tal, parece-me que está na hora de alimentar os vossos cérebros com ideias simples e práticas para que a vossa massa cinzenta possa se desenvolver como deve de ser. Afinal de contas, se queremos ficar mais bonitos e mais magros e mais saudáveis, porque não podemos querer ficar mais inteligentes?

Eu, que me considero uma pessoa inteligente, procuro sempre saber mais. Aprender mais. Como se costuma dizer, o saber não ocupa lugar e torna-nos pessoas mais interessantes. É que esta coisa de ver caras larocas em corpos de cortar a respiração é muito giro, mas não chega para alimentar as conversas durante uma noite, quanto mais uma vida. 

Posto isto, queres saber como ficar mais inteligente em 10 passos? É fácil e não dói nada, prometo! Tenho a certeza que vão adorar as ideias e no fim até vão pedir mais. Vamos apostar? Venham de lá essas dicas!


1. Utiliza bem o teu tempo online
Este talvez seja o meu calcanhar de Aquiles. Sempre que faço uma pausa, acabo perdida no feed do Facebook, sem fazer nada de útil. Pura perda de tempo. Mas, meus amigos, estou a trabalhar nesta minha falha. Afinal, não faltam sites que disponibilizam conteúdos gratuitos e que nos permitem aprender algo novo. A minha mais recente descoberta foi o Skillshare e estou a adorar! 

2. Rodeia-te de amigos inteligentes
Quanto a esta estou safa. Não são muitos, mas inteligência não falta à maioria dos meus amigos. É importante ter à nossa volta pessoas com assunto para alimentar as conversas e com quem seja possível aprender algo, seja esse algo o que for. 


3. Escreve o que aprendeste
Todos os dias deves escrever sobre o que aprendeste nesse dia. Tirar uns minutos por dia para reflectir sobre o que aprendemos, ajuda a consolidar essas lições e perceber se estamos a fazer o que mais gostamos. 

4. Explica aos outros
Esta técnica é-me particularmente querida. Ainda antes de ter consciência, já o fazia. Era esta a forma como estudava a matéria, ensinando-a às minhas amigas, que tinham mais dificuldades. Assim tem sido sempre, até no curso que fiz mais recentemente. Se conseguimos ensinar os outros, é porque compreendemos o assunto e somos capazes de o desconstruir e simplificar. Esta estratégia é a minha favorita. 


5. Faz uma lista do que já fizeste
Em vez de estarmos sempre em sofrimento, a olhar para a lista gigante - e em crescimento - das imensas coisas que ainda temos de fazer, é preferível construirmos uma lista com as coisas que já fizemos. Com todas as tarefas que conseguimos terminar. É a diferença entre viver em sofrimento, ou alimentar a nossa auto-estima. 

6. Faz coisas novas de forma aleatória
Tudo o que aprendemos pode e deve ser usado. Como não conseguimos prever o futuro, não sabemos o que nos será útil daqui a um, cinco ou dez anos. Portanto, só nos resta trabalhar e ir descobrindo o que nos pode ser útil. Especialmente, nos dias de hoje, onde as profissões são cada vez mais multitasking, é importante saber um pouco de tudo. Por isso mesmo, nada como ir aprendendo coisas aleatórias, enquanto construímos o nosso caminho. 


7. Joga jogos de tabuleiro 
Além dos jogos de tabuleiro e os puzzles serem formas divertidas de passar o tempo, ajudam-nos a exercitar o cérebro. Jogos como Scrable, Damas, Xadrez, Trivial Persuit ou Batalha Naval proporcionam-nos um bom serão com a família ou amigos e ainda nos ensinam umas coisas. Existem melhor combinação? Pela parte que me toca, o favorito é o Trivial ou o Buzz. O Xadrez é a minha grande falha, pois ainda não consegui perceber como se joga. Shame on me! 

8. Aprende uma língua nova
Já manifestei que adorava aprender Italiano, mas quando falo em aprender uma língua nova, não quer dizer que a pessoa tenha de ficar a dominar como um nativo. Só facto de aprender o básico, já é fantástico e permite sonhar com as viagens que queremos fazer. Assim, quando estiver em Itália, na minha Road Trip, posso desenrascar-me sem fugir para o Inglês. Existem alguns sites onde podemos aprender de forma gratuita, mas se quiserem saber mais sobre isso, é só dizer nos comentários, sim? 


9. Lê muito!
Esta é óbvia, não acham? Desde o simples hábito de ler o jornal, passando pela ficção ou pelos livros técnicos, todo e qualquer hábito de leitura é fundamental. Quanto mais lemos, mais mundo ganhamos em nós. Ler é viajar sem sair do lugar. É aprender sem, muitas vezes, dar conta. 

10. Tira tempo para parares
Com a vida stressante que levamos, por vezes, torna-se difícil parar. Mas como isso nos faz falta. É preciso tirar um tempo para descomprimir e pensar ou, simplesmente, para não pensar em nada. 

Agora que já sabem o que precisam fazer para ficarem mais inteligentes, qual a vossa dica favorita? Já colocam em prática alguma? 

Sem comentários:

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...