expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

quinta-feira, 7 de julho de 2016

#Livros - Duas Irmãs, Um Rei, de Philippa Gregory



Sinopse
Um magnífico romance histórico passado na corte de Henrique VIII. Amor, sexo, ambição e intriga.
"Duas Irmãs, Um Rei" apresenta uma mulher com uma determinação e um desejo extraordinários que viveu no coração da corte mais excitante e gloriosa da Europa e que sobreviveu ao seguir o seu próprio coração.
Quando Maria Bolena, uma rapariga inocente de catorze anos, vai para a corte, chama a atenção de Henrique VIII. Deslumbrada com o rei, Maria Bolena apaixona-se por ele e pelo seu papel crescente como rainha não oficial.  Contudo, rapidamente se apercebe de que não passa de um peão nas jogadas ambiciosas da sua própria família. À medida que o interesse do rei começa a desvanecer-se, ela vê-se forçada a afastar-se e a dar lugar à sua melhor amiga e rival: a sua irmã, Ana. Então Maria sabe que tem de desafiar a sua família e o seu rei, e abraçar o seu destino.

Opinião
Este é um dos casos raros em que primeiro assisti ao filme, e só depois tive acesso ao livro. Como amante de História que sou, adorei quando vi o filme, e não descansei até ter o livro nas mãos. Até porque considero a época dos Tudor uma das fases mais fascinantes da História de Inglaterra. 

Através da escrita brilhante de Philippa Gregory, entramos na corte faustosa e elaborada do jovem rei Henrique VIII. Vamos seguindo o desenrolar dos acontecimentos e a forma como este jovem rei se transforma num homem caprichoso até ser só um homem de meia-idade doente e frustrado pela falta de um herdeiro varão e legítimo. 

É pelos olhos da Bolena mais nova, Maria, que nos é dado a conhecer o desenrolar da história. Aliás, ela é o primeiro peão a ser colocado em posição para obter os favores do rei e, com isso, beneficiar a sua ambiciosa família. No entanto, apesar de se tornar amante do rei por alguns anos, acaba por ser posta de parte, como tantas outras, e acaba a servir a sua eterna rival e irmã, Ana. 

O amor fraternal entre as duas é algo muito particular. Afinal, ao mesmo tempo que se amam incondicionalmente, também se odeiam. Mesmo querendo o melhor, sempre desejam o declínio da outra. Quanto mais alto uma sobe, mais a outra se sente humilhada e menosprezada. Um sentimento que é perceptível até à última página. 

É nessa dualidade de sentimentos que a trama se adensa e onde somos confrontados com as diferenças abismais que as separam. Uma loira, a outra morena. Uma doce e meiga, obediente e que só pratica o mal pressionada pela família à qual se sente obrigada a servir. A outra ambiciosa, inteligente, calculista e com uma capacidade para discutir temas sobre os quais as mulheres, na época, não recebiam educação. 

É a sua sagacidade e poder de sedução que lhe permitem captar a atenção do rei e mantê-la durante mais de seis anos, até ao ponto de ele constatar que para a fazer sua, terá de a tornar rainha. São as influências intelectuais desta mulher que alimentam o ego do rei e que abrem caminho para todas as mudanças políticas e religiosas que se iniciam neste período. 

É um romance intenso e que nos prende a respiração até ao final e que conta como adorno com um ambiente histórico imensamente rico e diversificado pelas questões culturais e políticas inglesas, francesas e espanholas. Conta-nos a História de uma forma simples e de fácil compreensão, sem perder o fôlego do romance e da intriga.

"Havia longos anos de rivalidade e depois uma união forçada e sempre, na base do amor que tínhamos uma pela outra, a nossa sensação de que a outra tinha de ser suplantada. Como podia enviar-lhe uma palavra que englobasse tudo isso, e que ainda assim lhe dissesse que continuava a amá-la, que estava contente por ser irmã dela(...)? Que, embora nunca lhe fosse perdoar pelo que fizera a todos nós, ao mesmo tempo, compreendia, de uma forma completa e absoluta?"

Acho que foi uma excelente escolha e pretendo descobrir outras obras desta autora fantástica. Já conheciam? Que outros livros recomendam?  

Sem comentários:

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!