expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

sábado, 23 de setembro de 2017

#Livros - A Herança de Judas, de James Rollins


#Livros - A Herança de Judas, de James Rollins

Sinopse

Uma ameaça lendária renasce para aterrorizar o mundo moderno. Um thriller de cortar a respiração!

Das profundezas do Oceano Índico surge uma horrível praga para devastar a humanidade - uma doença desconhecida, imparável... e mortal. 
A bordo de um navio convertido em Hospital improvisado, a Dr.ª Lisa Cummings e Monk Kokkalis, agentes da organização clandestina Força SIGMA, procuram respostas para a estranha calamidade quando, num golpe brutal e imprevisto, um grupo de terroristas assalta o navio, transformando uma nave de compaixão num laboratório flutuante de armas biológicas. 

Bem longe dali, o comandante da SIGMA, Gray Pierce, frustra os planos criminosos de uma bela mulher - uma candidata a assassina que tem em seu poder a primeira pista para a descoberta de uma possível cura. Com o destino de cada ser humano a pesar na balança, Pierce junta forças com a mulher que o queria matar e, em conjunto, iniciam uma espantosa demanda - cujos meandros envolvem túmulos venezianos, catedrais bizantinas e ruínas incrustadas na selva, seguindo o rasto do mais lendário explorador da História: Marco Polo.

Enquanto um implacável louco segue cada um dos seus passos, Gray e a inesperada aliada são arrastados para um surpreendente mistério bem enterrado na Antiguidade. E à medida que o ponteiro do relógio os aproxima do dia do Juízo Final, Gray Pierce percebe que não pode confiar em ninguém - nem na enigmática criatura que actua ao seu lado, nem mesmo naqueles que estão lhe mais próximos - porque cada um deles pode ser... um Judas.

Opinião

Tal como aconteceu com A Carta Proibida, este foi mais um livro que chegou da colecção de casa do meu pai e me deixou presa até à última página e com uma vontade imensa de ler mais deste autor e, particularmente, da sua extensa lista de livros escritos com esta Força SIGMA. Até aqui só coisas positivas, que a pessoa gosta sempre de descobrir novos autores para descobrir livros interessantes e que não me teriam chamada à atenção de outra forma. O problema é que a minha conta bancária não fica propriamente feliz com a despesa que este meu vício literário significa, até porque este senhor tem mesmo muitos livros publicados que quero muito ler.

Voltando ao livro de hoje, A Herança de Judas, confesso que comecei a ler enquanto esperava pela chegada às minhas mãos de outros desejos literários mais urgentes, sem grandes expectativas e total desconhecimento do que me esperava. O início é logo inquietante e deixa no ar uma série de perguntas que só serão totalmente entendidas ao longo da trama. É esta dose certa de mistério e suspense que nos agarra e que dificulta a tarefa de encostar o livro para dormir umas horas como tem de ser.

Foi o que me aconteceu e me fez ir trabalhar com umas valentes olheiras, mas valeu bem a pena porque a história é mesmo das que eu gosto. Um mistério que envolve uma grande dose de História e personagens facilmente identificáveis, através de uma lenda relacionada com o célebre Marco Polo, que teve oportunidade de conhecer a Ásia do seu tempo.

No entanto, ao mesmo tempo que nos transporta aos mistérios de um passado distante, coloca-nos também frente a frente com dilemas dos mais actuais que existem, onde as armas químicas são uma realidade e tudo se faz para as encontrar e vender ao melhor preço. A Ciência e a História cruzam-se para nos contar uma aventura passada em diversos locais e sob diferentes pontos de vista, o que só enriquece a narrativa.

Não vou continuar a escrever, porque tenho a sensação de que me vou entusiasmar e vou acabar a falar de mais e dizer coisas que tu, que estás a pensar seriamente em ler o livro, não vais crer ler para não perder o efeito surpresa delicioso que poderás ter ao longo da história. Contudo, tenho de recomendar este livro, porque vale mesmo a pena e prometo, assim que me seja possível, voltar a trazer este autor para que possas verificar comigo se a minha opinião positiva se mantém ou se desvanece após esta obra.

Já conhecias este livro? Que outros livros de James Rollins me recomendas para próxima leitura?

"Gray tinha ficado calado durante esta troca de palavras, observando, de olhos semicerrados. Vigor podia quase ver as engrenagens a girar, as ganchetas a entrarem em novas ranhuras. Tal como Alberto, Gray tinha uma mente única, uma maneira especial de fazer malabarismos com fragmentos díspares e descobrir novas configurações."

Este era um livro que se encontrava esgotado, mas a boa notícia é que será lançada uma nova edição a partir de 16 de Novembro, que poderás encomendar na Wook, com 10% de desconto imediato e portes grátis. 

2 comentários:

  1. Já li muitos posts sobre a Força SIGMA, mas ainda não tive a oportunidade de ler nada do James Rollins. Gostei da sinopse, gosto deste tipo de livro que mistura História com Ciência, lembrou-me um pouco o Inferno de Daw Brown :)

    Bitaites de um Madeirense

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, tem algumas semelhanças. Este é um tipo de livro que me agrada bastante e foi uma agradável surpresa descobrir este autor que irei procurar seguir com mais atenção ;)

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!