expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

terça-feira, 8 de maio de 2018

#Livros - As Cinquenta Sombras Livre, de E. L. James



Sinopse
Quando a jovem e inocente Anastasia Steele encontrou pela primeira vez o impetuoso e fascinante milionário Christian Grey, começou entre eles um affair sensual que lhes mudou a vida para sempre. Assustada e intrigada pelas singulares inclinações eróticas de Grey, Anastasia exige um compromisso total na relação. Com medo de a perder, ele aceita. 

Agora Anastasia e Grey têm finalmente tudo o que desejavam - o amor, a paixão, a intimidade, uma riqueza incalculável - e todo um mundo de possibilidades à sua espera. Mas ela sabe que amá-lo não será fácil, e que estarem juntos vai implicar ultrapassar barreiras que nenhum deles poderia prever. Anastasia vai ter de aprender a partilhar o estilo de vida de Grey sem sacrificar a sua identidade. E ela terá de aprender a superar o seu obsessivo impulso de tudo controlar, enquanto se debate com os demónios do seu terrível passado. 

E quando tudo parece estar conjugado para que ambos consigam finalmente ultrapassar os maiores obstáculos, o destino conspira para tornar dolorosamente reais os maiores medos de Anastasia. 

Opinião
Agora que já conheces a minha opinião sobre As Cinquenta Sombras de Grey e As Cinquenta Sombras Mais Negras, é chegada a hora de finalmente perceber como termina a nossa trilogia. Devo dizer que a curiosidade venceu-me e não descansei enquanto não descobri o desfecho desta estranha história. Acho que já referi isto numa conversa nos comentários, mas a verdade é que este enredo poderia ter sido contado em volumes bem mais pequenos ou até num livro só.

A narrativa foi esticada até ao limite, com cenas de sexo infinitas. Algumas pertinentes para a história que estava a ser contada, outras que fizeram sentido para melhor compor as personagens que estávamos a conhecer. Outras totalmente aborrecidas por nada acrescentarem, apenas uma ideia de apetite sexual próximo dos ninfomaníacos e uma invulgar capacidade para atingir orgasmos ao mesmo tempo. Sempre.

Sobre as descrições dos actos sexuais não vale a pena repetir. Para isso já basta a autora. A sua imaginação ficou-se pelas encenações originais, mas não chegou para diversificar as descrições. Contudo, neste último volume somos brindados com mais acção, com mais peripécias que vão para lá da vida sexual extravagante dos protagonistas ou dos fantasmas que os atormentam.

Todos os mistérios são revelados e todas as perguntas são respondidas, todos os inimigos são descobertos. Desta vez, o espaço temporal é maior, o que torna a história mais credível e menos vertiginosa. Embora Christian seja uma personagem muito mais interessante, ficaram algumas coisas por perceber relativamente a Anastasia. Nomeadamente, o mistério em torno do Marido nº 3 de sua mãe e o motivo da sua insegurança crónica.

Enquanto Christian se apaixona cada vez de forma mais profunda, os seus medos sofrem um aumento, perde o pouco controlo que ainda lhe resta e revelam-se comportamentos altamente irritantes e perturbadores para qualquer mulher independente que se preze. Revela o adolescente sentimental que é e isso não o torna mais atraente, por muito que Anastasia diga o contrário no seu relato.

Contudo, o melhor chega no final do livro, quando a autora nos apresenta um pequeno vislumbre da perspectiva de Christian Grey dos acontecimentos iniciais do primeiro livro. O primeiro encontro e todos os pensamentos ocultos de Grey são apresentados como um bónus extra que só veio confirmar o que já imaginava, que o nosso Christian é MUITO mais interessante do que Anastasia. Claro que a autora não perdeu a oportunidade de esticar mais a história que tanto lhe deu a ganhar e lançou a trilogia contada pelos olhos de Christian que foi mais um fenómeno de vendas, como seria de prever.

Assim sendo, conto voltar em breve com os livros publicados contados pela voz do nosso protagonista masculino. Deixa o teu comentário e conta-me o que pensas desta trilogia. És fã? Preferes a versão cinematográfica? Qual o teu livro favorito? 

"Ele será sempre o Cinquenta Sombras... o meu Cinquenta Sombras. Quererei que mude? Não, nem por isso - só quero que se sinta amado. Olhando para ele, tomo algum tempo para admirar a sua  beleza cativante... e é meu. E não é apenas o encanto do seu belo, belo rosto e do seu corpo que me fascina. É o que existe detrás disso que me seduz, que me atrai... a sua alma frágil e magoada."

Podes encomendar o teu exemplar na Wook, com 10% de desconto em cartão e portes grátis ou encomendar o teu exemplar em inglês na Book Depository com portes grátis para todo o mundo. 

8 comentários:

  1. Li a trilogia há cerca de 3 anos, sensivelmente. Já não tenho os pormenores todos na cabeça, mas lembro-me que o primeiro até me interessou. A história e as cenas eram ridículas e os diálogos bastante cringe, mas pelo menos manteve a minha atenção.

    Os outros dois não. Lembro-me perfeitamente de estar a tentar forçar a leitura deste terceiro só porque não gosto de deixar livros por terminar :p Já estavam a ser cenas exageradas e desnecessárias, cansativas. Se voltar a reler algum da trilogia, será certamente o primeiro :)
    Quanto aos outros livros escritos de outras perspectivas, não estou minimamente interessada :b Já fechei as Cinquenta Sombras (so far!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, o primeiro é mesmo o melhor da trilogia.
      Mas olha que do que li até agora, a visão do Christian é BEM mais interessante e completa. Depois falarei disso em pormenor quando publicar a opinião sobre os livros que já saíram. ;)

      Eliminar
    2. Ok, vou aguardar :) Nunca se sabe se não lerei um dia... porque, de facto, a personagem do Christian sempre me pareceu mais interessante que a da Anastasia :b

      Eliminar
    3. Ah pois, até porque os mistérios eram guardados por ele, portanto temos acesso a muito mais informação e pormenores.

      Eliminar
  2. Nunca li confesso!! Gostava imenso de ler para perceber as diferenças para com os filmes, já que vi os 3...

    Novos posts: https://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais do que diferenças, fica-se a conhecer mais pormenores que não se encontram nos filmes.
      É por isso que gosto de ler sempre o livro, que revela muito mais do que o filme, por muito boa que seja a adaptação.

      Eliminar
  3. Eu li o primeiro lançado na voz do Christian e chegou. Acho que não me sinto capaz de passar por tudo novamente, ainda que de outra perspectiva :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não achaste mais interessante do que o contado pela Anastasia? Eu estou a gostar muito de entender os olhares, os silêncios e as oscilações de humor de Christian, enfim, tudo o que deixava a Anastasia tão confusa.

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!