expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Olá, 2015!



E cá estamos no primeiro dia do novo ano. É nesta altura que as pessoas pensam no que querem daqui para a frente e fazem as suas resoluções para o ano que se estende à sua frente. É estranho dizer isto, mas desta vez nem sei bem o que quero. Nem tão pouco o que não quero. Sem falsos exageros, é óbvio que quero saúde para todos, paz e sossego, que não falte trabalho e dinheiro nas nossas vidas. A questão é que, quando olho para o ano que terminou, não tenho vontade de continuar a fazer o mesmo. Mas, também não faço ideia do que quero fazer. Percebem? Pois, nem eu entendo.

O curso está na recta final e é minha intenção terminá-lo para que este ano e meio não tenha sido em vão. No entanto, quando olho para essa área profissional, não consigo ainda encontrar o meu lugar. Onde gostaria de trabalhar? A fazer exactamente o quê?

Depois, penso no que faço actualmente e, apesar de gostar do meu trabalho, a vontade de regressar das férias está em níveis negativos. O ambiente está péssimo, repleto de intrigas e ausência total de sentido de equipa. Mas, não voltar não é opção. As contas não se pagam sozinhas e, por isso, só me resta voltar e dar o meu melhor para que Fevereiro seja mais abundante que Janeiro.

A minha dúvida maior está nos meses de Abril e Maio, onde sinto que a minha vida se decidirá um pouco mais e sinto-me tão perdida porque não sei que caminho irei seguir, nem tão pouco que caminhos se irão abrir, se é que se abre algum. Só sei que não quero continuar assim. Preciso de mais qualquer coisa que ainda não descobri o que será.

Agora, apesar de não ter chegado a 2015 a rebolar como pensava, é preciso perder os quilos que ganhei com as festas e as férias. O que para uma pessoa que não sabe nem consegue fazer dieta é um problema.

Resumindo, o que quero mesmo para 2015 é poder ter uma melhor qualidade de vida. Para mim própria, para poder proporcionar uma vida melhor à mãezinha e ajudar algumas pessoas que precisam. Será possível que 2015 me traga um pouco disto? Será?

10 comentários:

  1. Daqui a 356 dias cá estarás para mo dizer....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E espero que com boas notícias! :)

      Eliminar
    2. E quando vieres cá, com uma data de aventuras para contar!
      Quem está comigo vive sempre alguma aventura!

      Eliminar
  2. Com muito esforço e força de vontade vais ver que vais conseguir :)

    ResponderEliminar
  3. Este ano vai ser de decisões, o terminar de um curso é sempre motivo de alguma ansiedade, ha tanta coisa indefinida nessa altura mas tudo irá correr pelo melhor. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim espero! Obrigada pelas palavras! :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Obrigada, igualmente!
      Ainda bem que gostaste. Espero que voltes, portanto. :)
      Beijinhos*

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!