expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

quarta-feira, 14 de março de 2018

#Filmes - Get Out: Foge



Sinopse
Chris e Rose são namorados há já algum tempo. Com o evoluir da relação, ela acha que é chegado o momento de o apresentar aos pais, Missy e Dean. É então que resolve convidá-lo para a reunião familiar que todos os anos os pais organizam em sua casa, numa zona rural dos EUA. Apesar da  relutância dele, Rose acha que não há qualquer razão para comunicar aos progenitores, que ela considera cultos e esclarecidos, o facto tão pouco significativo de ele ser negro. Quando lá chega, apesar de toda a simpatia com que é tratado, Chris percebe que algo de muito estranho se passa naquela casa. E quando resolve fugir daquele ambiente bizarro e um pouco claustrofóbico, percebe que ninguém está interessado em deixá-lo partir...

Opinião
Depois de ver Tom Cruise aos comandos de um avião (não, não estou a falar de Top Gun, mas de Barry Seal), eis que regressei a um género que muito me apraz, o Terror. De facto, já não via nada de novo, dentro deste género, há imenso tempo e já tinha saudades. O espanto surgiu quando percebi que este era um filme nomeado para os Óscares. Dá para acreditar?

Claro que sim que, actualmente, temos uma dezena de nomeados e tudo é possível, desde trocas de envelopes até vermos ser sagrado vencedor A forma da água. Nem que o vencedor tivesse sido Get Out ficaria mais estupefacta. Mas falemos do nosso filme de terror, que isso é que interessa hoje e vale bem a pena, posso te adiantar.

O início do filme poderia fazer parte de qualquer comédia romântica, quando o namorado é levado para conhecer os pais da namorada, que é como quem diz os sogros. Uma situação já de si sujeita a muito stress e pressão, mais ainda quando estamos a falar da namorada branca apresentar aos pais o namorado negro.

A história começa a aquecer quando chegam finalmente à grande casa e o nosso protagonista é recebido pelos familiares da namorada. Simpáticos, talvez até demasiado. Os criados negros são ainda mais estranhos, chegando a parecer sinistros. A dada altura, uma festa de gente rica começa a levantar suspeitas e o convidado começa a questionar-se sobre o que realmente ali acontece.

Tudo se vai passando sem que o público seja informado das verdadeiras intenções daquelas pessoas tão bizarras, o que nos dá a perspectiva do Chris, que vai descobrindo ao mesmo tempo que nós os estranhos acontecimentos que o rodeiam. O que significa também que, até ao momento em que os reais propósitos da sua visita são revelados, estamos um tanto ou quanto às escuras.

Parece que todas as acções não têm sentido, embora seja notório um desconforto na trama que nos faz revirar na cadeira, quase com igual vontade de abandonar aquele lugar. Só que é impossível sair de lá sem entender e desvendar todos os mistérios. E, claro, perceber se o nosso herói se vai safar da alhada em que se meteu.

Um filme de terror invulgar, mas ainda assim bem assustador e desconcertante. Muito embora não sinta que seja um filme para Óscar, é um bom filme de terror que cumpre com excelência o seu objectivo. Já viste Get Out: Foge? Qual a tua opinião sobre ele? 


2 comentários:

  1. Já vi e gostei muito por acaso, talvez pela imprevisibilidade.
    No inicio do filme nunca diria que iria terminar assim :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, partilho da tua opinião. Nunca imaginei nada do que se sucedeu naquela casa!

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!