expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

#Livros - Mors tua, vita mea, de Vanessa Santos



Sinopse
Sou a Sara, e estou agoniada, desesperada, com suores frios, o mundo ganhou profundidade, está calor, não, é frio, estou tonta. Tirem-me daqui, por favor.


É assim que se inicia o relato de Sara, a rapariga mais comum da cidade de Leiria. É-lhe transmitido pelo seu chefe um segredo de família que lhes trará dificuldades e mudanças.
Em pouco tempo, Sara verá a sua vida dar uma volta de 180º, viverá momentos de pânico, medo e de pura paixão.
Trata-se de um relato divertido, que descreve o desenrolar da trama de uma forma leve, dando a conhecer o ponto de vista de uma jovem na casa dos vinte anos e no auge da sua imaginação, descrevendo as cenas que vive com à-vontade e humor.

Opinião
Depois de ler um livro viciante como foi Casamento em Dezembro, fui contactada pela simpática Vanessa Santos no sentido de ler e opinar sobre o seu livro, lançado pela Chiado Editora. O livro chegou a minha casa, mas não recebeu imediatamente a minha atenção porque nem sempre a vida me permite ler da forma como gosto, que é compulsivamente da primeira à última página.

A verdade é que, depois de ler A Peónia Vermelha a minhas fasquia para livros desta editora estava muito alta e, nestas circunstâncias, é muito difícil agarrar-me logo ao próximo que poderá trazer uma desilusão. O que não aconteceu, nem uma coisa nem outra.

Isto é, este livro da Vanessa não ultrapassou o anterior mas também está longe de ter desiludido. Admito que, quando comecei a leitura, estava à espera de encontrar algo leve e descomplicado, que não permanecesse muito tempo na minha mente. Não poderia estar mais enganada.

A primeira parte do livro, contada em flashback, prendeu-me de tal forma que só parei quando cheguei ao momento onde começou a narrativa temporalmente. Perdi completamente a noção do tempo, só para perceberem como se tornou interessante. Para isto, ajudou muito a minha natureza curiosa e a forma misteriosa como a narrativa foi construída.

A dada altura senti que aquilo se estava a tornar repetitivo e a começar a ser demasiado fantasioso, pelo menos pensando eu saber qual seria o final da história. Quando cheguei à última página, ganhei uma outra compreensão para o desenrolar da trama daquela forma.

O enredo começa leve e solto e termina como algo bem mais pesado e profundo. Irritou-me um pouco as respostas que ficaram suspensas num limbo de incertezas, mas que espero ver respondidas numa sequela. Assim de repente, acho que vou ter de perguntar à Vanessa se já está a tratar de escrever o próximo.

Posto isto, se queres um livro levezinho para descontrair, este não é o livro certo. Agora, se procuras uma história que te prenda e te surpreenda, este bem poderá ser o livro que procuras. 

Podes comprar o teu exemplar aqui, com 10% de desconto e portes grátis.

4 comentários:

  1. Obrigada pela opinião :) ainda bem que acabou por surpreender. Nunca se sabe o que lá vem :D

    Vanessa

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!