sexta-feira, 21 de março de 2014

Dia Mundial da Poesia & Dia Mundial da Luta contra o Racismo


Lágrima de preta

Encontrei uma preta
que estava a chorar,
pedi-lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:

Nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.
Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.

António Gedeão

2 comentários:

  1. Custa-me a entender...que seja preciso haver dias contra uma coisa que não me faz sentido que exista!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu te entendo, minha amiga! É ridículo que ainda continue a existir preconceito e coisas que tal!

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...