expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

terça-feira, 19 de março de 2019

Vamos falar sobre a Catalunha?


Vamos falar sobre a Catalunha?

Já estás careca de saber que sou pessoa que gosta de pensar e debitar opiniões sobre Política e não poderia deixar passar em branco o que anda a acontecer nos últimos tempos aqui ao lado, em Espanha. Refiro-me ao movimento independentista da Catalunha que quer-se ver livre dos grilhões espanhóis e tornar-se dono do seu nariz. 

Apesar das condicionantes pelos tempos que vivemos, inseridos na União Europeia e com uma moeda única, não posso deixar de sentir uma certa simpatia por este desejo. Afinal, houve uma época em que Portugal também se sentia com ímpetos de independência e com pouca vontade de se ficar por mais uma província de Espanha. Obstáculos também foram colocados e levou muito tempo, batalhas e sangue derramado para que este país fosse reconhecido como tal. 

Podes ler também És de Esquerda ou de Direita?

Por outro lado, se pensarmos na possibilidade do Algarve, por exemplo, começar a clamar por ser independente, percebemos o desagrado de quem manda em Espanha. Dividir só enfraquece, enquanto que a união deveria ser um factor de força acrescida. O problema é que aconteceu a todas as regiões que formam a Espanha serem absorvidas pela cultura e pelo poder de Castela, perdendo importância e, de certo modo, muito da sua identidade própria. Em suma, o que temíamos que acontecesse com Portugal quando perdemos a nossa independência em 1580 aconteceu às restantes coroas. 

Percebendo ambos os lados da barricada, o que não consigo aceitar é que se prendam pessoas apenas por que desejam a independência. Está para lá do meu entendimento que se compactue com isto, quando estamos em pleno século XXI e nos dizemos tão civilizados e somos tão críticos, sempre prontos a julgar actos que aconteceram noutras épocas com consciências bem diferentes da que hoje temos. As hipocrisias do ser humano não deixam de me surpreender e os interesses de cada um são mais importantes na hora da tomada de posição. 


Não entendo porque se tem de proibir um referendo, dando-lhe uma importância e uma visibilidade desnecessária. Não compreendo porque se prendem políticos que defendem as opiniões de quem os elege. Percebo porque nenhum país pode apoiar estes movimentos, mas não era necessário fecharem totalmente os olhos às injustiças que parecem acontecer com os nossos vizinhos. 

Estou longe de ser a maior entendida em assuntos desta gravidade e não sou propriamente muito interessada pelo que acontece em Espanha, mas apetecia-me muito divagar um pouco sobre este assunto tão polémico e dividir contigo as minhas interrogações sobre este caso que nos faz duvidar se ainda existem presos políticos na civilizada e moralizadora Europa. 

Conta-me, o que pensas sobre este assunto? Estás contra ou a favor da independência da Catalunha? Até que ponto isso pode afectar o que se passa em redor? 

Sem comentários:

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!