quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Só me faltava uma greve


Pois que uma pessoa inicia esta labuta diária de acordar todos os dias ainda de noite e sair de casa para o frio das 7 da madrugada - coisas que ainda estão na lenta fase de habituação - para apanhar um comboio para poder frequentar o curso que permite sonhar um pouco com um futuro melhor e, de facto, consegue ir. Chega à "escolinha" a tempo e horas e tudo. A manhã passa sem maiores sobressaltos. E na hora de regressar para iniciar mais uma maratona de trabalho, não é que a puta da greve chega à Fertagus e todos os comboios que apareciam no ecrã foram suprimidos!
É que isto é coisa que não deixa ninguém bem disposto! Ai e tal que a greve e no dia 7 e 8. E pumba. Vamos lá de fazer greve no dia antes para pregar uma rasteira aos utentes que lhes dá o dinheiro que permite terem um ordenado no fim do mês de forma a ter um impacto maior evitando que a malta procure alternativas. Onde vamos parar com tudo isto? É que os limites já ficaram lá atrás. E, infelizmente, não é só a classe política que os abandonou...

2 comentários:

  1. Quando andava na faculdade, os dias de greve eram sempre um transtorno!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que só dificulta a vida das pessoas! E a falta de respeito pelo utente faz com que não seja possível respeitarmos as motivações dessas pessoas...

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...