expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A nova cara da Renée


Devo dizer, antes de mais nada, que a minha alma ainda está parva com estas imagens. Melhor dizendo, com a diferença abismal entre as duas fotografias da mesma pessoa. A mesma pessoa que em cada foto parece outra distinta. Como é possível permitir tal coisa?
Compreendo que o objectivo das cirurgias plásticas é manter a beleza e juventude por mais tempo ou, simplesmente, corrigir aquilo que não gostamos em nós próprias, mas que é o que nos calhou na rifa, e tornar esse mesmo pormenor mais de acordo com o que gostamos ou preferimos ver em nós. Agora, não me peçam para compreender que as ditas cirurgias plásticas alterem uma pessoa ao ponto de a transformar noutra qualquer que não ela. Alterar ao ponto de perdermos os nossos traços próprios e que nos identificam é coisa que não me cabe na cabeça.
Ah, a menos que fosse essa a ideia! Já percebi tudo, meus amigos! É que só pode... A famosa Renée Zellweger cansou-se de ser famosa e quis trocar de cara para passar despercebida e voltar a ser uma cidadã anónima. Bem, se calhar não, afinal foi a uma gala identificando-se e associando, assim, a sua nova cara ao seu nome. Ah, já sei! A rapariga se calhar anda a fugir à polícia, por qualquer crime que cometeu, e decidiu recorrer a uma plástica, daquelas que se via nos filmes antigos e que achávamos obra de ficção científica, lembram-se? Quer dizer, pelo mesmo motivo que me lembrei anteriormente, isto também não faz sentido. Pronto, está decidido. Não existe, a meu ver, razão plausível para tal coisinha... 

 

4 comentários:

  1. Também não percebi a cena da gaja, mas... desde que ela se sinta bem (e se não se sentir, azar do caraças, não é como o photoshop que dá para voltar atrás!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a busca pela eterna juventude. Sempre existiu e sempre existirá.

      Eliminar
    2. Juventude? É impressão minha ou parece que ficou mais velha?

      Eliminar
    3. Ficou com o aspecto que deveria ter uma mulher na casa dos 40, sem estar muito bem conservada. Aqui o objectivo não foi conseguido e ainda perdeu as suas características próprias. Enfim...

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!