expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

E de repente... nos 30!


Como é que isto aconteceu?? Alguém me explica como se passaram assim 30 anos num ápice?

Bem, isso agora não interessa nada. Até porque no ano passado ficou combinado que este ano iria comemorar os 20. Na verdade, e pensando bem, não sei se gostaria de ter 20 anos novamente. Ok, era bom ter pela frente um caminho novo e em branco onde poderia fazer novas escolhas e seguir em direcções diferentes. Contudo, isso também seria sinónimo de que seria uma pessoa diferente da que sou hoje.

E, meus amigos, eu gosto muito da pessoa que construí ao longo destes 30 anos. E esta pessoa é consequência de tudo o que vivi até hoje, das pessoas com quem me cruzei, dos livros que li, dos filmes que assisti, das decisões que tomei.

Estou ainda longe de me sentir totalmente realizada, mas tenho uma absoluta fé neste novo ano. Aos 20 anos vivi coisas espectaculares e marcantes e tenho a certeza que no próximo ano, neste mesmo dia, estarei a dizer algo de muito semelhante em relação aos meus 30 anos.

Para este dia em particular - que, como já deveriam saber, não é dos meus favoritos - resta-me trabalhar, receber as felicitações dos amigos e da família e não pensar muito mais no assunto. Viver é sempre melhor do que ficar a pensar na vida, e é isso que conto fazer! :)

4 comentários:

  1. Parabéns! :) o tempo parece que voa quando chegamos aos 30, certamente. Tenho 27 e sinto-me perigosamente próxima, ahah!



    btw, como raio é q desapareceste da minha lista de blogs?? bem q te estava a achar caladinha... afinal não estás lá! :o

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! :) Eu sinto que o tempo voa desde que fiz 18 anos! lol

      Pois, sabes que houve uns quantos seguidores que desapareceram de repente sem saber como nem porquê. E não sou a única a queixar-me deste mal. Espero que agora já estejas a seguir novamente ;)

      Eliminar
  2. Também eu estou quase a chegar aos 30, não falta muito. Mas é uma coisa que me agrada, confesso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me sinto desagradada com os 30. Apenas surpreendida com a passagem do tempo, mais propriamente, a rapidez dessa passagem. ;)

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!