expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Afinal, o Pai Natal existe!


Este ano, foi um Natal bem moderado. O espírito consumista desenfreado que atingiu o país em Dezembro, iluminado pela esperança neste novo Governo e nas novas medidas prometidas, não atingiu a minha humilde casa e não houve cá troca de presentes para ninguém.
 
Aliás, já no Natal do ano passado os presentes foram moderados e bem modestos. O que aconteceu, este ano, foi uma situação sem precedentes, mas que espero continue no futuro. Não pelos presentes, mas pela certeza da continuidade da amizade que surgiu na blogosfera, cresceu e tem permanecido ao longo destes últimos anos.

Falo, como é óbvio, da minha querida Liliana, do Blog Literário - Vamos doar livros à nossa biblioteca?, presença habitual nesta casa. Vejam só as coisas fofinhas que me chegaram a casa, enviadas pelo meu Pai Natal particular!

 




 
 
É incrível como esta rapariga, com quem ainda não tive oportunidade de me encontrar pessoalmente, ou seja, apenas nos conhecemos de forma virtual, me conhece tão bem e conseguiu captar os meus gostos de uma forma extraordinária.
 
Esta tua amiga é que não tem a qualidade que tu tens e ainda não conseguiu enviar-te os teus presentes, ou melhor, as lembranças que aqui tenho para ti. Até fico envergonhada com a minha falha e aqui venho assumir publicamente. A minha falha, a minha vergonha e o meu enorme agradecimento por teres tornado este Natal mais especial.
 
E ainda dizem que o Pai Natal não existe? Como é possível?? ;)
 
 

4 comentários:

  1. Olá :) Escolhi-te para receberes um selo. Podes vê-lo neste post: http://grito-silenciado.blogspot.pt/2016/01/selo-liebster-award.html

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada pelo selo! Conto responder, mas não prometo quando pois ando um tanto ou quanto atrasada nesta coisa das TAG's. :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Não é preciso ter vergonha nenhuma, compreendo perfeitamente e fico muito feliz que tenhas gostado. Depois fico à espera do feedback ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É preciso ter vergonha sim. A minha sorte é que a vida tem-me brindado com amigas fantásticas e que me perdoam estas minhas falhas. Obrigada por tudo, mais uma vez :)

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!