expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Subscreve a Newsletter Semanal

domingo, 26 de julho de 2015

Estou de volta!



Finalmente venho trazer boas notícias, minha gente!
Quer-me parecer que é desta que estou de volta a este meu/nosso espaço. Não quis escrever nada no entretanto, nas vezes que por poucos momentos tive acesso à Internet, porque este é o post número 1000 e quis guardá-lo para esta ocasião especial.
Quero agradecer a todos os que estão ainda desse lado a ler-me, pela paciência e pela amizade que demonstraram. Posso não ter tudo, nem os números aqui serem aos milhares, mas tenho uma sorte imensa pelos seguidores fiéis que tenho.  
Vamos continuar juntos nesta viagem? :)

8 comentários:

  1. Da minha parte sabes bem que sim! :D
    Fico muito feliz por teres seguido a minha "dica" de começares a postar sobre os livros que lês! :D
    Agora quando tiver uns dias com mais calma quero meter-me a par do mundo dos blogs, tenho andando como bem sabes bastante ausente, mas lembra-te que a ideia de emprestar-mos livros uma à outra está de pé, e eu agora vivo sozinha, quando quiseres vir passar uns dias aqui a Leiria tenho a minha casa aberta para ti, como andamos a combinar à tanto tempo! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse era uma dica que estava na gaveta e agora (finalmente) saiu e começa a estar no ar.
      Fico muito contente por estares de volta, senti a tua falta e das tuas palavras.
      A visita ainda não é viável (ainda estou desempregada), mas não está, de todo, esquecida. Vais ser a primeira pessoa que vou visitar quando conseguir juntar algum dinheiro :)

      Eliminar
    2. Deixa lá, estamos as duas... Mais ainda, estou num estágio não remunerado que vai durar 3 meses e esfolo-me lá que nem imaginas, ando esgotada tanto física como mentalmente :(
      Ainda por cima nem sequer é com perspectivas para ficar.... é mesmo trabalhar para aquecer... e no verão!! :(

      Eliminar
    3. Bem, que sorte a tua!
      Infelizmente, eu nem estágio já tenho para me ocupar. O que me vale é que voltei a ter Internet e sempre me vou mantendo entretida aqui.
      Vamos acreditar que melhores dias virão, não é? ;)

      Eliminar
    4. E o que eu preciso agora mais do que nunca é mesmo manter-me entretida, para não voltar a cair na depressão. O problema deste estágio é mesmo certas coisas que eu detesto, como faltas de agradecimentos, sentir que não dão o devido valor e certos modos como ultimamente certa pessoa me fala, e eu não me dou com isso por isso já estou quase a "deitar a casa a baixo", já faltou mais para eu dizer tudo o que tenho para dizer. Imagina. Este estágio é a parte prática de um curso que eu tirei. Faço montes de coisas nada a ver com o curso, tipo embalar coisas, arrumar, limpar, além de eu fazer o que é suposto, a parte administrativa e além disso ainda preparo relatórios e outras cenas para ajudar os outros, que me vão pedindo porque vêm que eu tenho capacidades. E alguns até dizem "obrigada" e "nem sabes o favor que me estás a fazer", ai já vale a pena a sobrecarga de trabalho, só com esse "pagamento" eu já ficava feliz, mas quem diz isso de vez em quando são os estagiários iguais a mim e pouco mais...

      Ainda hoje tive de morder a língua, e nem sabes o mal que me faz isso, com a minha suposta responsável de estágio, tipo eu toda contente a dizer que tinha feito umas cenas (nada a ver com a minha área, no laboratório), e fiz bem, cenas que nunca tinha feito, e fiz por iniciativa própria, porque quis ver e aprender, estava orgulhosa de mim mesma e fui dizer-lhe, e ela vira-se "Então, estás aqui é para ajudar!", de uma forma mesmo arrogante! E depois disso já o voltou a dizer isso outra vez noutra situação, à terceira a resposta que vai ter é "Desculpa lá! Estou aqui para APRENDER, não para ajudar! Se é para ajudar então começam a pagar-me um ordenado! Que eu saiba estou aqui para tirar a prática da minha teórica e não para ser vossa escrava!!!"
      Pah, juro-te que vai levar com esta resposta um dia destes, nem que seja no último dia! Mas eu acho que vai ser mesmo amanhã, com os nervos com que ando. Hoje já viu quando me falou assim que lhe deitei um olhar que ela mudou logo de assunto, dá bem para ver que estou a perder o controlo do meu feitio.
      E hoje também me disse duas vezes: "É assim que eu quero e vais fazer!" AAHH... Desculpa?!!!!
      Para a próxima a minha resposta vai ser algo tipo: "É assim que queres, pagas-me o ordenado! Caso contrário é fazes quando puderes, se faz favor!" Mas vai ser mesmo!

      Eliminar


    5. Quer dizer está uma pessoa a esforçar-se tanto, a fazer de tudo, a mostrar o que vale, já sabendo que nem sequer há hipóteses de ficar, sabem que o trabalho é de borla, não me dão nada de nada, e ainda me fala assim?!

      E quando me manda fazer sei lá quantas coisas ao mesmo tempo?! "Agora fazes isto, depois aquilo, quando acabares aquilo, depois deixas isso e vais ali fazer aquele", tipo numa dessas vezes eu disse logo! "Oh! Uma coisa de cada vez!" E acreditas que ela teve a coragem de dizer: "Vai escrevendo no caderno e fazendo!", estás a ver como ainda gozam com uma pessoa?!

      O estágio até podia ser uma boa experiência, mas se continuar (neste momento é a tal responsável que primeiro era tão simpática e agora estou a ver o que é realmente), se continuar assim, não sei e garantidamente que não vou conseguir aguentar calar-me mais.
      Já no outro dia mal eu cheguei, ainda nem tinha acabado de dizer "bom dia" começou logo a acusar-me que eu tinha metido uns papéis que ela andava à procura misturados com outros e que os foi descobrir, eu disse-lhe logo "garanto-te pelo que quiseres e não sou maluquinha nenhuma que não fui eu, e venha quem vier, eu sei o que ando a fazer!" e ela a teimar e eu não deixei, estava mesmo para me ir embora! Uma de lá meteu-se na conversa e disse "calma, ela está só a ensinar-te!" e eu "calma não, e não está a ensinar porra nenhuma, está a acusar-me de uma porra que eu não fiz!" e depois quem fica mal?! A merda da estagiária! Não as que são amiguinhas lá dentro e são REMUNERADAS! Nah, a estagiária é que leva por tabela, de borla!

      E já muito me ando a calar, não sou pessoa de o fazer, digo sempre o que tenho a dizer, mas também já estou a aprender que não posso explodir como faço sempre que só fico a perder, e depois ainda se juntam contra mim, mas ficar a remoer também dá cabo de mim!
      Por isso das duas uma, ou vai haver expulsão a sério ou vou mesmo ter de dizer "preciso de te dar uma palavra" e dizer como as coisas são, para acabar já ali, e é o mais provável que aconteça já amanhã.
      Com os problemas de saúde que eu tenho, com ter sido abandonada, agora a viver sozinha, os problemas todos que tenho todos os dias, as dores, ainda ter de me levantar de manhã cedo para ir trabalhar 8h sem parar um segundo, às vezes até me esqueço de ir à casa de banho ou parar para lanchar, e ainda me tratam assim?!

      Eliminar
    6. Ufa, estás metida cá num embrulho! Se te falta pouco tempo, deixa andar mas sabes que podes fazer queixa do estágio? Podem até arranjar-te outro.
      Esses estágios curriculares são a maior treta que já vi. Basicamente, são raras as vezes que se aprende alguma coisa e as empresas aproveita-se (exploram) da mão-de-obra de borla, em vez de dar emprego quando precisam de um funcionário.

      Eliminar
    7. Sim eu sei que me posso queixar, e foi o que eu fiz logo no primeiro sitio que me puseram, numa fábrica de tintas que quase nem tinha transporte para lá, ficava no cu de judas, tinha de ir de boleia ou apanhar dois autocarros, para passar o dia a colar etiquetas em baldes (num cursos de técnico de apoio à gestão!), com a promessa que era para ficar, como administrativa, sim, porque além de ter de ir para a fábrica "ajudar" ainda tinha de fazer o trabalho de administrativa também, sempre de um lado para o outro, quando lá cheguei é que vi o que era, e não era para ficar coisa nenhuma, outra empresa que chupa e subsiste de estagiários... por isso pedi para vir para aqui, a 7 minutos a pé de casa, mesmo sabendo que é improvável ficar, mas é como te digo, já temos de aguentar com os 3 meses a trabalhar para aquecer (ainda só se passaram 3 semanas e meia!) mas ainda mais com maus agradecimentos? Se for para explorar ao menos digam "obrigada" ou "muito bem, está muito bem feito!" Não é ainda por cima, uma gaja (fora as outras pessoas todas na minha situação) os estar a dar uma ajuda preciosa de borla, ainda são mal agradecidos e mal criados! Isso é o que me custa mesmo!

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!