quarta-feira, 30 de setembro de 2015

#Decoração - 8 Ideias para Reciclar Latas


Vocês não podem imaginar o quanto gosto de pesquisar sobre este tema e a quantidade de coisas fantásticas que se faz com aqueles objectos que atiramos para o lixo sem pensar duas vezes. Esta vontade de descobrir mais utilidades para os monos que aqui tenho em casa (que não seja atirá-los pela janela fora, claro está) tem-me conduzido a posts como este e este. 
 
Assim sendo, esta semana, e depois das Máquinas de Costura e dos Tubos de Pringles, chegou a vez das latas, de uma forma geral. E como temos latas em casa, meus amigos! Ninguém pode dizer que não tem porque são tantos os produtos que compramos que trazem este acessório e com os mais variados formatos e tamanhos.
 
E porque deitar para o lixo, se podemos lhes dar uma nova vida. E olhem que encontrei algumas que não deixam nada a desejar a objectos semelhantes que compramos em lojas. Vamos reciclar latas? Mostro-vos as 8 ideias que achei espectaculares.  

1 - Caixa para algodão


2 - Pote para pincéis

 

3 - Pote para toalhas


4 - Frascos

 

5 - Caixa de chá


6 - Porta Lápis

 
 
7 - Vasos

 

8 - Castiçal

 
 
Gostaram das ideias para reciclar as latas de vossa casa?
Como já vem sendo hábito, inspirei-me aqui e podem encontrar lá mais ideias como estas.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

#Viagens - Top 7 Cidades da América Central a Visitar


Esta aventura à volta do Globo continua e hoje vamos eleger, não 10 como tem sido hábito, mas 7 cidades fantásticas que adoraria conhecer. Isto porque esta região, que hoje vos trago, tem menos países e não encontrei tantas cidades interessantes e que me deixassem em pulgas para lá estar como nos anteriores.
 
Assim, depois da Europa, de África, da América do Norte e da América do Sul, vamos dar uma voltinha por cidades da América Central para que eu possa eleger as 7 cidades que desejo visitar em primeiro lugar. Acompanham-me nesta viagem?
 
1 - Havana, Cuba
Esta seria outra das cidades dos meus sonhos. Pela sua forte cultura e pelos ritmos latinos que se vivem nas ruas adoraria passear por estas ruas.
 
 
2 - Cidade do Panamá, Panamá
O grande ponto de interesse nesta cidade, para mim, é poder ver o Canal do Panamá, retratado tantas vezes em livros que gosto. É uma das capitais mais antigas da América e por isso é uma cidade cheia de história e de pontos interessantes.
 
 
3 - San José, Costa Rica
Esta cidade mistura na perfeição história e modernidade, sendo as suas influências totalmente europeias, sobretudo, espanholas. Outra das suas grandes qualidades é que se trata de uma das cidades mais seguras e menos violentas da região latino americana.
 
 
 
4 - San Salvador, El Salvador
Uma cidade com muito para ver e oferecer aos seus visitantes. Ficou debaixo de olho o Monumento ao Divino Salvador do Mundo e o Palácio Nacional.
 
 
5 - Cidade de Guatemala, Guatemala
O maior atractivo deste destino são as ruínas da cidade perto da qual foi fundada. Falo da cidade maia de Kaminaljuyú, onde podemos visitar o parque arqueológico.  
 
 
6 - Kingston, Jamaica
Esta é, como todos sabem, a cidade do reggae. Não sendo fã deste género musical e, ainda menos, da sua filosofia de vida, não deixo de admirar e respeitar esta cultura. Por isso mesmo, nada como ver no local para entender melhor e assimilar a sua cultura.
 
 
7 - São Domingos, República Dominicana
Foi aqui que Cristóvão Colombo desembarcou e foi esta a primeira capital do Império Espanhol, no Novo Mundo. Aliás, a cidade colonial é considerada património da humanidade pela UNESCO.
 
 
 
 

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

#Desafio 52 Semanas - Apresentação



Hoje, venho apresentar-vos um desafio pelo qual me encantei e que decidi "roubar" e fazer durante as próximas 52 semanas. Portanto, encontrei este desafio no blog da Sofia, o Words of Sophie, e achei que seria interessante ocupar as próximas Segundas-feiras com ele.

O objectivo é escrever cinco tópicos ou ideias para cada tema proposto em cada uma das 52 semanas. E que temas são esses, perguntam vocês. Eu respondo. Aliás, vou enumera-los a seguir.

Semana 2: Eu nunca...
Semana 4: As minhas citações preferidas são: (trechos de livros, músicas, frases de autores, etc.)
Semana 7: Eu sempre
Semana 17: Personagens cuja vida eu gostaria de viver por um dia (filmes, livros, séries, etc.)
Semana 18: Sinto saudades...
Semana 24: Casais preferidos (filmes, séries, livros, etc.)
Semana 25: Tenho pavor de...
Semana 33: Tenho medo de...
Semana 52: No ano que vem, eu quero

Assim sendo, para a próxima semana darei início a este desafio que promete dar tanto que fazer. Gostaram? Querem fazer? Sintam-se à vontade para levar. Só peço que me avisem para poder ir espreitar as vossas respostas também.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Uma noite com... #78


 
 
 
 
 
 
 
 
Rui Santos
Pode ser visto na TVI, em Jardins Proibidos.
 
Vejam os meninos bonitos das semanas anteriores aqui.
 
E não se esqueçam de participar no Giveaway do 3º Aniversário do Blog. Não deixem para depois porque está quase a terminar!
 

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

#Filmes - O Segredo de Brokeback Mountain


 
Sinopse
De Ang Lee - vencedor do Óscar para Melhor Realizador - chega-nos uma épica história de amor baseada num conto da vencedora de um Prémio Pulitzer Annie Proulx - O Segredo de Brokeback Mountain. Wyoming, 1963. Ennis Del Mar e Jack Twist conhecem-se quando procuram emprego no rancho de Joe Aguirre. Ambos parecem ter certezas quanto ao que querem da vida - um emprego estável, um casamento feliz e uma família constituída. Quando são destacados para trabalharem na remota região de Brokeback Mountain, os dois jovens sentem-se unidos por uma força maior que resulta numa relação de camaradagem e intimidade profunda. Grande vencedor do Leão de Ouro no último Festival de Veneza, O Segredo de Brokebock Mountain é um espantoso filme sobre o poder do amor que tem como pano de fundo as deslumbrantes paisagens de Wyoming e do Texas. Unanimemente considerado o filme do ano, acabou por ser consagrado com 3 Óscares da Academia e 4 Globos de Ouro.

 
 
Opinião
Muito se falou sobre este polémico filme. Numa sociedade tão conservadora como a americana, muito me espanta que tenha sido possível realizá-lo. Durante muito tempo não prestei a devida atenção a esta história, até que, numa noite destas, encontrei o DVD aqui na prateleira e achei que estava na hora de ver pelos meus olhos.
 
E como gostei desta história. Penso que só os verdadeiramente preconceituosos vão ver um casal homossexual aqui retratado. O que vi foi uma história de amor, daqueles amores que nos arrebatam e não conseguimos controlar por mais que o desejássemos. Um amor que, ao longo de vinte anos, deixou de ser vivido na sua plenitude por medo. Medo do que os outros iriam pensar ou dizer. Medo do preconceito alheio. Deixa-nos com um aperto no peito pelo que se perdeu, pelo que não foi vivido. Sem nunca colocar em causa a dimensão do sentimento partilhado pelos protagonistas.

A minha cena favorita acontece quando se voltam a encontrar, já casados com as suas esposas e pais de filhos, passados anos desde o momento em que se despediram, crentes de que conseguiriam voltar às suas vidas e esquecer o que viveram e o que sentiram. Como estava a dizer, este reencontro é uma cena fortíssima, com uma intensidade perturbadora. Demonstra a dimensão dos seus sentimentos e como o tempo e a distância não diminuiu em nada o que vivia escondido nos seus corações.
 
No final, fica a pergunta: Quantas coisas deixamos de fazer por temermos o julgamento da sociedade? Quantas momentos e pessoas especiais perdemos por causa disso? E ao contrário, quantas vezes julgamos os outros sem saber a verdade do que os une? Temos alguma legitimidade para o fazer? Claro que não e espero que histórias como esta, num futuro próximo, sejam apenas casos da sociedade que em tempos fomos.
 
Além da história fantástica, adaptada de um conto que adoraria ler, o sucesso deste filme passa muito pelo desempenho extraordinário dos actores que nele participam. São Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Anne Hathaway e Michelle Williams que brilhantemente nos transmitem todas as emoções no tempo certo, sem qualquer espaço para vulgaridade, com uma sensibilidade ímpar. E para esta sensibilidade também contribui a música que, na minha opinião, é lindíssima.
 
Já viram? Caso ainda não tenham assistido, podem encomendar o DVD aqui, pelo preço fantástico de 3,96€.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

#Moda - Os Favoritos nos Emmy's 2015

 
Depois do desastre nos Prémios da MTV, vem mais um evento com passadeira vermelha para nos arregalar os olhos. Este ano, já falei nos Óscares (aqui e aqui) e nos Globos de Ouro (aqui e aqui).

Regra geral, faço sempre dois posts com os melhores e os piores de cada gala deste género. No entanto, desta vez não me apetece. Uma vez que nos Prémios da MTV só consegui falar das figurinhas, nestes Emmy's decidi trazer só os que me agradaram de alguma forma. Vamos a eles?
 
 Lady Gaga, Emmy Awards 2015
A surpresa da noite!
 
Lena Headey
Lena Headey
 
Kerry Washington, Emmy Awards 2015
Kerry Washington
Não me perguntem porquê, mas este vestido tem qualquer coisa que prende a minha atenção...
 
January Jones, Emmy Awards 2015
January Jones
Original sem perder a elegância. Gosto muito!
 
Zoe Kazan, Emmy Awards 2015
Zoe Kazan
Um toque colorido que parece uma lufada de ar fresco.
 
Sofía Vergara, Emmy Awards 2015
 
Sarah Hyland
Sarah Hyland
Adoro a cor
 
Tracey Edmonds
Tracey Edmonds
 
Debbie Matenopoulos
Debbie Matenopoulos
 
 
 
 

terça-feira, 22 de setembro de 2015

#Review - No Rest for the Wicked, de Dane Cobain


 
Sinopse
Quando os Anjos atacam, não há descanso para os imorais. O Padre Montgomery, um velho padre com um passado secreto, começa a investigar depois dos seus paroquianos serem atacados, e com a ajuda de Jones, um jovem homem de negócios com uma infância distante, Montgomery começa a rastrear a origem dos Anjos. Os Anjos estão nus e são andróginos. Eles falam numa harmonia terrível e não têm um líder claro. Estes não são querubins bíblicos incumbidos da protecção dos correctos - estes são criaturas de luz mortais que têm o poder de erradicar completamente. Quando o próprio Jones é atacado, Padre Montgomery sabe que tem de agir depressa. Ele fala com os Anjos e organiza um confronto final onde ele é chamado para fazer o último sacrifício.

(Original)
When the Angels attack, there's NO REST FOR THE WICKED. Father Montgomery, an elderly priest with a secret past, begins to investigate after his parishioners come under attack, and with the help of Jones, a young businessman with an estranged child, Montgomery begins to track down the origin of the Angels. The Angels are naked and androgynous. They speak in a dreadful harmony with no clear leader. These aren't biblical cherubs tasked with the protection of the righteous - these are deadly creatures of light that have the power to completely eradicate. When Jones himself is attacked, Father Montgomery knows he has to act fast. He speaks to the Angels and organises a final showdown where he's asked to make the ultimate sacrífice.

Opinião
Este livro chegou às minhas mãos através da gentileza do seu autor que me enviou um exemplar para que pudesse partilhar com todos vocês esta obra e a minha opinião acerca da mesma. Devo dizer que é um que demorou um pouco a prender-me à sua trama. Ao início a história estava um pouco confusa e dispersa pelos diversos saltos no tempo, ora no presente, ora no passado. No entanto, a dada altura, não consegui descolar até saber como a humanidade se livra destes seres maléficos que se alastram por todo o mundo, ainda que sob diferentes nomes.
 
O passado do Padre Montgomery começa a ficar claro ao longo da história e justifica muitas das suas atitudes ao longo do livro. Pelo meio, uma invenção que pretende explicar o momento da Criação, pondo Igreja e Ciência novamente de costas voltadas e provocando o medo nos católicos que temem que se prove que Deus não existe.
 
A própria figura destes "Anjos" vão contra tudo aquilo que imaginamos que estes seres deveriam ser. Em vez de protegerem os justos, eles atacam os pecadores, julgando-os e eliminando-os. E são estes desaparecimentos e mortes crescentes que aumentam o pânico entre as populações. Até que o nosso herói decide defrontá-los num combate de vida ou morte. Quem vencerá esta batalha? A piedade ou a justiça impiedosa?

Podem descobrir a resposta no final deste livro e podem adquiri-lo na Amazon.
Mais sobre o autor no Facebook e no Twitter.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

#Solidariedade - A Luta por um sorriso precisa de todos nós

 
Este é um projecto pelo qual tenho muito carinho e genuína admiração. Para os que só agora chegaram e não sabem do que falo, podem conhecer mais sobre esta iniciativa aqui ou na Página Oficial no Facebook.
 
Depois de ajudarem várias famílias na Margem Sul do Tejo e de promoverem iniciativas solidárias, como esta, venho ajudar a divulgar as actuais necessidades das pessoas que precisam da nossa ajuda e, portanto, os bens que podem doar. São eles:
 
  • Bens alimentares (não perecíveis ou refeições prontas que se possam congelar;
  • Produtos de Higiene;
  • Roupa de Menino (7 e 10 anos);
  • Calçado de Menino (30 e 32);
  • Fraldas Recém-Nascido;
  • Carrinho de Bebé;
  • Berço;
  • Banheira de Bebé;
  • Roupa de Rapaz (L/XL);
  • Calçado Masculino (43/44);
  • Roupa de Rapaz (13/14 anos);
  • Calçado Masculino (35/36);
  • Roupas de Bebé (0-6 meses).
Para os residentes nas zonas envolventes e que possam ajudar com algum destes bens ou objectos é que dirijo o meu apelo. No entanto, caso sejam de mais longe e, ainda assim, desejem ajudar, contactem a Luta por um sorriso que certamente encontrarão uma forma. Como podem imaginar, para estas pessoas toda a ajuda é bem-vinda e terão a oportunidade de fazer a diferença na vida de alguém que, com toda a certeza, não esquecerá jamais o vosso gesto.
 
Vamos ser solidários?

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Uma noite com... #77


 
 
 
 
 
 
 
Cristiano Ronaldo
CR7
 
Podem ver todos os gatos que por já marcaram presença no estaminé aqui.
 
E não se esqueçam de participar no Giveaway do 3º Aniversário do Blog. Falta menos de duas semanas, por isso não percam tempo!
 

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

#Livros - A Filha da Minha Melhor Amiga, de Dorothy Koomson


 
Sinopse
A forte relação de amizade entre Kamryn Matika e Adele Brannon, companheiras desde os tempos de faculdade, é destruída num instante de traição que marcará as suas vidas para sempre.
Anos depois desse incidente, Kamryn é uma mulher com uma carreira de sucesso, que vive sem ligações pessoais complexas, protegendo-se de todas as desilusões. Mas eis que, no dia do seu aniversário, Adele a contacta... A amiga de Kamryn está a morrer e implora-lhe que adopte a sua filha, Tegan, fruto da sua ilícita relação de uma noite com Nate.

Terá ela outra escolha? Será o perdão possível? O que estará Kamryn disposta a fazer pela amiga que lhe partiu o coração?
Uma viagem dolorosa e comovente de autoconhecimento, uma leitura de cortar a respiração.

O grande bestseller da autora que comoveu Portugal, com mais de 250 000 exemplares vendidos.
 
Opinião
Esta é uma das minhas autoras favoritas e que descobri por acaso através de um livro emprestado. Este já comprei (e li) em 2013, como vos contei aqui, e fiquei rendida a esta história especial. Por isso mesmo não resisti a relê-lo e trazer-vos aqui uma opinião mais fundamentada para que se possam decidir a ler ou não este livro.

Aqui assistimos a uma história de amor e de amizade entre duas mulheres que nunca se adaptaram e que crescem e formam as suas personalidades apoiadas uma na outra. Esta é a parte bonita e com a qual todos nos identificamos. Quem não tem uma amizade assim? Daquelas que achamos ser para toda a vida? O problema surge quando uma traição as separa e só a morte iminente de uma delas as volta a juntar.

Neste livro encontramos o poder da amizade e do amor, a capacidade de perdoar e de esquecer um passado que nos magoa para pensar num futuro diferente de tudo aquilo que se imaginou. Fala também de cancro, maus tratos infantis, bullying, preconceito racial, negação. E de escolher entre um homem do passado, que lembra a protagonista da pessoa que era antes da tragédia e da vida que tinha, e o homem do presente, com traumas e fantasmas do passado e sentimentos pouco definidos.

Quando lemos A Filha da Minha Melhor Amiga, ficamos a pensar no quanto a vida é curta e como damos valor ao que não tem e como perdemos tempo com coisas insignificantes, porque pensamos ter todo o tempo do mundo para o que importa. Mostra as fraquezas e fragilidades da alma humana, mas também revela que o amor pode curar todas as feridas. Já disse que adorei este livro?? Se disse, digo outra vez porque vocês não imaginam o que andam a perder!

"Eu estava a aguentar-me ao recorrer à negação, ao ignorar a dor. Se eu visualizasse os meus sentimentos, a dor neles patente assemelhar-se-ia a longos e profundos sulcos entalhados na superfície da minha mente pela culpa e pelos remorsos. E, se eu pensasse nisso durante demasiado tempo, se permitisse a mim mesma vislumbrar a imensa e insondável agudeza dos meus sentimentos, ficaria petrificada. Se eu permitisse a mim mesma sentir nem que fosse uma ínfima parte do que eu suspeitava sentir, não conseguiria continuar a viver. Isso consumir-me-ia. Assim, eu relegava constantemente os meus sentimentos para outro lugar, para outra altura, sendo uma dívida que pagaria mais tarde. Os juros acumulavam-se, mas eu não tinha recursos para pagar naquele momento."

Podem encomendar o vosso exemplar aqui, com portes grátis.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

#Decoração - Reciclar Tubos de Pringles


Já reciclámos pneus, caixas e até Máquinas de Costura. Agora, é chegada a vez das embalagens de batatas Pringles (as de marca branca também servem para o efeito e são bem mais baratas).
 
 
Mais uma excelente ideia que fui buscar aqui, e para a qual só precisam de papel, tecido, cola e uma embalagem destas batatas tão saborosas. Tudo muito simples e económico. Agora vamos ver no que se podem tornar estes tubos nas nossas casas.
 
1 - Frasco para cozinha
 
 
 
 
2 - Porta Secador
 
 
3 - Jarra para flores
 
 
 
 
4 - Dispensador de fitas
 
 
5 - Caixa para presentes
 
 
 
 
6 - Porta Lápis
 
 
Gostaram das ideias? Podem partilhar as vossas sugestões ou as dicas que puseram em prática nos comentários em baixo. São sempre bem-vindas, como sabem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...